Como pedir uma data

Eu amo uma pessoa há 5 anos e não sei oq fazer

2020.10.31 02:32 sixhey Eu amo uma pessoa há 5 anos e não sei oq fazer

Certo, eu sou novo no reddit então não sei como são estruturados os textos e tudo mais, portanto eu peço perdão se o texto não ficar claro ou se ficar estranho. Eu amo uma garota há cinco anos e já fui rejeitado por ela uma vez em 2018 mas recentemente ela comentou comigo que achava que estava sentindo o mesmo por mim, porém eu não sei se devia pedir para termos algo ou se deveria esperar mais um tempo. Não pretendo fazer nada de imediato pois ela está com um problema de saúde e eu não quero ser inconveniente nesse nível, logo eu ainda tenho tempo pra pensar em como executar tudo, eu queria saber oq vcs pensam e acham que eu devia fazer, se devia esperar movimentação da parte dela ou se eu devia tomar atitude. Eu me preocupo muito com oq fazer já que somos amigos de longa data e a última coisa que quero fazer é estragar isso.
submitted by sixhey to desabafos [link] [comments]


2020.10.29 19:42 StudyItAgain DIREITO PENAL: Prescrição (Parte 2)

Pessoal, aqui vai a Parte 2. Deve ter também a 3.
Estou pensando que esse tipo de post frequente pode ser considerado flood ou algo assim. Gosto de postar resumos ou digressões sobre alguns temas enquanto estudo para concurso, mas isso provavelmente não é do interesse de muitos aqui. Talvez seja melhor postar no meu próprio perfil ou em outro espaço. Alguém sugere alguma coisa?
9. Termo inicial: art. 111, do CP:
- Art. 111 - A prescrição, antes de transitar em julgado a sentença final, começa a correr:
I - do dia em que o crime se consumou;
II - no caso de tentativa, do dia em que cessou a atividade criminosa;
III - nos crimes permanentes, do dia em que cessou a permanência;
IV - nos de bigamia e nos de falsificação ou alteração de assentamento do registro civil, da data em que o fato se tornou conhecido.
V - nos crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes, previstos neste Código ou em legislação especial, da data em que a vítima completar 18 (dezoito) anos, salvo se a esse tempo já houver sido proposta a ação penal.
- O artigo tem uma regra geral no inc. I e exceções nos demais. O V foi alterado pela chamada "Lei Joanna Maranhão". Vale conhecer o caso, mas é basicamente o seguinte: imagina que uma criança foi abusada aos 6 anos e ninguém denunciou o crime, não houve persecução penal. Aos 18 ela, sozinha, vai ao MP/Polícia e quer que o crime seja investigado. É bem provável que o crime já estivesse prescrito nesse momento. Foi mais ou menos o que aconteceu com a nadadora brasileira. A lei intencionou evitar essa situação.
- Lei de Falências: Agente pratica crime previsto na Lei de Falências - a prescrição não se inicia! -> É homologada a recuperação extrajudicial ou concedida a recuperação judicial: prescrição se inicia; eventualmente, se for decretada a falência a contagem é interrompida!
- "Ah, preciso saber as exceções". Evidente que sim, Pequeno Gafanhoto.
10. Causas interruptivas
Art. 117 - O curso da prescrição interrompe-se:
I - pelo recebimento [não oferecimento!] da denúncia ou da queixa;
II - pela pronúncia; [procedimento do júri]
III - pela decisão confirmatória da pronúncia;
IV - pela publicação da sentença ou acórdão condenatórios recorríveis;
V - pelo início ou continuação do cumprimento da pena;
VI - pela reincidência.
-
- Interrupção = recomeça o prazo a ser contado do zero; suspensão: o prazo recomeça a contar de ontem havia sido pausado.
- A reforma de 2008 fez uma bagunça no CPP citando duas vezes o "recebimento da denúncia", em momentos distintos... Barbeiragem das grossas... Eine große Konfusion, como diria o Min. Gilmar Mendes. O STJ, todavia, assentou que o recebimento para fins de interrupção do prazo prescricional seria o do art. 396 e não o do art. 399.
- Sobre o recebimento da denúncia: ocorre no momento da publicação, ainda que em mãos do escrivão. Pode ocorrer em segundo grau (juiz rejeita a denúncia, tribunal reforma a decisão. Se o tribunal anular a decisão, essa decisão precisa ser novamente prolatada e, aí, não há recebimento no órgão superior. É a S709STF.
- Sobre a decisão de pronúncia: e se o juiz pronunciar o réu, determinando que ele vá a júri e, em plenário, haja desclassificação para crime que não seria de competência do júri? Essa interrupção perderia o efeito? Não. S191STJ.
- [!] Nos termos do inciso IV do artigo 117 do Código Penal, o acórdão condenatório sempre interrompe a prescrição, inclusive quando confirmatório da sentença de 1º grau, seja mantendo, reduzindo ou aumentando a pena anteriormente imposta.
STF. Plenário. HC 176473/RR, Rel. Min. Alexandre de Moraes, julgado em 27/04/2020.
Isso aqui é relativamente novo. Até 2017, a situação era a seguinte: o sujeito era condenado > interrupção da prescrição > só ele recorria > o tribunal mantinha a condenação (não interrompia). Era óbvia o incentivo a recursos meramente protelatórios, além de, mais uma vez, se ter prescrição sem inércia do órgão estatal de persecução.
- Interrupção em relação a um coautor ou partícipe interrompe para os demais.
- Nos crimes conexos que sejam objeto do mesmo processo a interrupção em relação um se estende aos demais.
11. Causas impeditivas da prescrição
Aqui o destaque é a novidade são os inc. III e IV, trazidos pelo chamado “Pacote Anticrime”. O III parece ser uma tentativa de reduzir o incentivo a recursos meramente protelatórios (normalmente, em busca de estender o curso do processo e atingir a prescrição) e o IV é uma decorrência lógica da sistemática do acordo de não-persecução.
Art. 116 - Antes de passar em julgado a sentença final, a prescrição não corre:
I - enquanto não resolvida, em outro processo, questão de que dependa o reconhecimento da existência do crime;
II - enquanto o agente cumpre pena no exterior;
III - na pendência de embargos de declaração ou de recursos aos Tribunais Superiores, quando inadmissíveis; e
IV - enquanto não cumprido ou não rescindido o acordo de não persecução penal.
Parágrafo único - Depois de passada em julgado a sentença condenatória, a prescrição não corre durante o tempo em que o condenado está preso por outro motivo.
12. Art. 1035, do CPC: reflexos no processo penal.
Art. 1.035. O Supremo Tribunal Federal, em decisão irrecorrível, não conhecerá do recurso extraordinário quando a questão constitucional nele versada não tiver repercussão geral, nos termos deste artigo.
[...]
§ 5º Reconhecida a repercussão geral, o relator no Supremo Tribunal Federal determinará a suspensão do processamento de todos os processos pendentes, individuais ou coletivos, que versem sobre a questão e tramitem no território nacional.
Do cotejo desse artigo com a matéria em estudo, várias questões emergem. Várias dessas foram respondidas pelo STF no RE 966177.
- O primeiro ponto é: cabe repercussão geral em processo penal? STF: sim.
- Mas... a repercussão pode suspender um processo penal? STF: sim.
- Uma vez suspenso o processo... a prescrição fica suspensa? STF: sim.
- O sobrestamento abrange inquéritos e investigações? Não.
- E se o réu estiver preso provisoriamente? Fica lá mofando esperando o STF julgar essa repercussão daqui vinte anos? STF: não, né cidadão. Aí o processo dele não vai ser suspenso...
- O processo está suspenso, mas tem uma testemunha de 99 anos que curte escalada free solo, pode mandar ouvir ou precisa esperar? Em qualquer ação penal sobrestada o juízo poderá conforme a necessidade proceder à produção de provas.
Tenho lá minhas dúvidas sobre a constitucionalidade da criação de causa suspensiva da prescrição sem lei expressa, por interpretação extensiva do art. 116, I, do CP... Então, vou me filiar à corrente vencida que entende que é inconstitucional. Estou com o Min. Fachin e com Masson, por exemplo. Paciência, pra mim, deveria haver mudança legislativa. Mais uma vez: se seu foco é concurso, não se prenda aos posicionamentos vencidos. Mas... eu às vezes deixo minha irrelevante opinião por aqui. É só ler e ignorar.
13. Prescrição superveniente
- Modalidade de PPP.
- É superveniente à sentença (mas não ao trânsito em julgado para ambas as partes!).
- Entenda que aqui se usa o conceito de trânsito em julgado para a defesa e trânsito em julgado para a acusação. Imagine que o MP denuncia X e ele é condenado. X recorre pedindo a absolvição, mas o MP está satisfeito com a reprimenda aplicada e não apresenta recurso (poderia, por exemplo, pedir aumento da pena). Assim, há trânsito em julgado para o MP, mas não para a Defesa.
Se há trânsito em julgado para o MP, não é mais possível aumentar a pena. O recurso da Defesa não irá aumentar a pena do réu.
Note, porém, que o que importa é a pena aplicada para o cálculo da prescrição. Então, em alguns casos, mesmo sem trânsito em julgado para a acusação se poderá falar em prescrição superveniente. Quais casos? Imagine que o MP recorreu apenas para majorar o valor indenizatório ou para um regime prisional mais grave. Nenhuma dessas questões irá influenciar na quantidade de pena, de modo que se pode afirmar que a reprimenda já tem patamar máximo.
- Termo inicial: sentença.
submitted by StudyItAgain to direito [link] [comments]


2020.10.29 10:18 nofimnaime Palavras Somente.

Eu não aguento mais conversar comigo mesmo, e como não tenho mais pessoas para isso, essa é a melhor solução. Minha vida só desanda, e desde 2017 eu não consigo segurar as pontas, tive perdas que até hoje me doem, e escolhas nas quais eu me arrependo toda a noite antes de dormir. Consegui afastar esses pesos algumas vezes durante esse tempo, mas ele volta com mais carga, cargas atuais, e isso sempre vem a calhar na semana do meu aniversário. Mas esse peso não é a dor que quase me fez ser atropelado no meu aniversário ou a entrar em pânico na frente de um mercado. Uns meses atrás conheci uma pessoa, e eu naquele momento só queria sair com alguém, aproveitar uma nova amizade e ter aquele lance casual, era só isso, eu estava no meu canto escuro do quarto, já acostumado com esse peso no meu peito, e não queria mais dor de cabeça. E infelizmente eu conheci ela, eu não dava nada pra aquela desgraçada, as mensagens trocadas porém, me fez sentir algo por ela, aquele tipo de sensação "Ok, quero ser seu amigo", e desse jeito eu descobri que ela também não estava bem, tinha acabado de sair de um relacionamento complicado de 5 anos (3 anos de namoro, mas já sofria por 5 anos), e eu botei aquilo na minha cabeça, só queria ter uma pessoa pra conversar, conviver e aproveitar tudo que dava, e depois de uma longa espera de dois dias de conversa, resolvemos se encontrar, morávamos perto do outro, na qual no meio do caminho tinha um parque, perfeito meio termo para ambos, e quando eu vi ela, tudo que eu tinha montado sobre ela mudou. Aquele mesmo sentimento que você olha e admira aquela pessoa no trem, acha tudo incrível e pensa "e se...", o diferencial mesmo foi já conhecer ela, e a cada detalhe, conversa e risadas daquele dia, eu tive a infelicidade de nutrir um sentimento por ela... Não demorou muito para as coisas rolar entre a gente, tínhamos um entrosamento perfeito, e estávamos lá, indo pra minha casa no nosso primeiro encontro, e o que eu achei disso? Eu realmente tinha me apaixonado pelo brilho do olhar dela, o sorriso dela me trazia pás e a voz dela me acalmava, era tudo que eu queria até o momento, chegando lá ela me explicou que o ex relacionamento dela ainda pesava naquele momento, lógico que eu me desapontei um pouco, mas era apenas uma apaixonisse de momento, dava para reverter, e fiz o que tinha que fazer, falei que não iria servir de ponte para ninguém superar ninguém, acabou que ela dormiu na minha casa... Foi uma das melhores noites da minha vida? CLARO PORRA, E AINDA ELA FOI A PROTAGONISTA DE UMA DAS CENAS MAIS MEMORÁVEIS DA MINHA VIDA. No outro dia, conversamos ainda mais, e na dúvida que eu estava, esperei pelo movimento dela, pra mim tudo é um jogo, cada detalhe e ação conta, e o turno dela foi pedir um Uber pra minha casa, pra passar outra noite comigo, e ela estava incrivelmente linda... maquiada com uma delicadeza... vestido que abraçava a arte corporal dela... e a boca que porta o melhor dos sorrisos...
Foi nesse momento que eu cometi o maior erro de todos, depois de uma noite incrível (outra), eu falei que queria ela pro resto da minha vida, ela ainda estava afetada pela outra, mas o coração dela já sentia alguma coisa por mim, além do relacionamento passado dela, tinha a minha ex...
E então eu entro no meu primeiro inferno.
Sim, é isso mesmo que você está pensando, 4 dias de conversa e eu já estava pedindo ela em namoro, eu não conhecia ela direito, e muito menos ela me conhecia, só que aqueles momentos foram ótimos, e foram por bastante tempos, mesmo com autos e baixos, só que cada vez que ela deitava no meu peito, e a gente conversava fica mais nítido que os dois se amava, e saiu dela, o primeiro "te amo", na qual terei a dor de nunca esquecer, e foi assim que depois de 6 dias de conhecer ela, resolvemos entrar em um relacionamento, depois dela ter completado um mês de sair do dela, e eu de ter tentado incontáveis vezes de retorna com minha ex. Aliás, minha ex... todos nós temos problemas, e o problema dela sempre foi se depender demais de mim, morávamos juntos, e depois de perceber que a gente não daria certo, terminei e voltei pra casa, porém ela era destruída psicologicamente, uma vontade de suicídio constante, e eu tinha medo de isso se torna uma realidade, mesmo terminando com ela, a moça nunca deixou de ter minha importância, antes de sermos namorados, eramos amigos, e isso não acabou, sempre vou me importar com ela, como a grande amiga que ela é. E nossa protagonista não entendia isso, até tentou compreender a gente guardar por um tempo, mas ela queria nos anunciar para o mundo... E no começo eu não entendia o "pra que?" só tentava explica que isso poderia acabar com a vida de uma pessoa, e depois de uma semana nisso, se encontrando todos os dias com ela, resolvi conversar com minha ex. Expliquei pra ela o que estava acontecendo, e que eu tinha encontrado outra pessoa, que não queria perder o contato dela, sendo ela uma das pessoas mais importantes da minha vida, acabou que minha ex entendeu, e ficou ressentida, ela sentia muita coisa, e queria voltar... mas ela seguiu o caminho dela e me deu apoio, ela simplesmente me queria feliz, era só eu correr pro abraço da minha então amada e vocês teriam lido o começo de uma linda história de amor...
E então eu senti pela primeira vez a chama silenciosa do primeiro inferno.
A pessoa cujo eu já chamava de "Vida", não achou isso o bastante, mesmo já declarando nosso namoro, ela queria mais, pediu pra eu cortar contato com minha ex, vulgo melhor amiga, dizia que não daria certo e me pressionou a prometer isso pra ela, e nesse meio termo, eu tive que ver ela tentando reconstruir uma amizade com a ex dela e falhando miseravelmente no mínimo, mas BELEZA, segui deixando a minha ex de lado e fui construir o que eu queria com a pessoa que eu desejava, e nas primeiras semanas, foi maravilhoso, eramos a melhor combinação do mundo, dava pra sentir os outros casais invejando, a gente era mais entrosado que Romário e Bebeto, mais bonito que o sol se pondo em um céu laranjado, muito mais divertido que o todo o elenco dos Barbixas fundido com o Hermes e Renato, se você não entendeu que éramos incríveis, coloca todas as referências ao seu gosto que você vai entender. Só que eu descia mais para o inferno e não sabia.
Os outros níveis do inferno.
Todo mundo briga, não é nenhum erro discordar com alguém, e os lados se alterarem, mas o meu pavio estava curtíssimo... Eu não me aguentava, imagina então os erros das outras pessoas? E eu falava com ela o que me incomodava, e não era coisa básica do tipo "aí não gosto do seu sotaque" tava mais pra "você poderia falar menos putaria no meio da rua entre as pessoas?". E isso foi piorando, e eu não sou nenhum santo, muito pelo contrário, sei que errei de ter falado com ela daquele jeito, e então foi aí que o MEU jogo começou a trocar de estilo, eu percebi que tinha que mudar meu jeito, meu comportamento e minha forma de tratar algumas coisas. Sou explosivo, se tem que brigar, eu brigo, mas cara, eu não queria perder ela, e nessas foi me tocando que poderia ser melhor eu me trancar na fúria e dialogar na calma, e sim, eu me moldei a ela. Não, não errei só nisso, fiz coisas na qual eu não me orgulho e nem sei como aconteceu, porém, eu estava lá, ouvi o dela, e mudei, é um mérito meu, eu quero que você que está lendo tenha sua própria resposta para isso, pois a minha resposta é, não, isso não é um mérito, se você percebe que está errado, você muda, ok! Ok? E eu infelizmente não vou te dar um Plot Twist e falar que estamos vivendo lindamente, pois a gente desceu mais os degraus... No nível de começar a culpar o jeito no qual a gente conversava no whats para poder brigar, ela falava que eu era outra pessoa no whats, que respondia seco e era monossilábico, eu nunca vi isso, para começo de conversar, e ninguém nunca reclamou isso de mim, o que eu achei mais estranho, porém ela falou que outras pessoas que ela mostrava minha conversava concordava com ela, e tentei mudar isso, mandava mas áudio no intuito de ser mais confortável pra ela, e então chegou nosso primeiro mês de namoro...
Eeeeeh laiá, se quiserem numerar os infernos, fiquem à vontade, pois eu não tenho saco.
Eu sempre odiei isso, de mêsversario, maluco, ninguém quer saber que seu bebê feio está fazendo 8 meses, ou então seu relacionamento que ninguém liga está no terceiro mês, sabe quem se importa pro seu relacionamento, você e sua companheira, e... era importante para nós dois... pra mim pelo menos...
Chegou o cujo dia, e eu tinha planejado uma coisa simples, porém de coração. Vinho, uma pizza, janela aberta com iluminação da lua, era um momento especial na qual queria deixar ainda mais especial. Não falei nada, só deixei as coisas acontecer, e eu não sei por qual motivo, mas ela não estava me ajudando para isso (descobri depois o porquê) e meio que ficava "aí vc quer me ver ou não", meio que se não fosse óbvio que SIM, não só pela vontade de ver ela todo o dia, como pela data, e eu falava que queria, porém ela achou que faltou "vontade" nas minhas palavras, e resolveu ir em uma festa no dia que marcava um mês no nosso relacionamento, eu não acreditei, fiquei encabulado, cara, era nossa noite, noite na qual você optou por passar com pessoas que eu nem sabia quem era, e sem mais nem menos, e vamos discutir de novo... Mas dessa vez foi diferente. Fui na casa dela, já tínhamos conversado sobre o que aconteceu pelo telefone, ela falando que eu não fui direto e parecia sem vontade de ver ela, e eu explicando que não, e que ela cagou pra mim e foi pra uma festa como se fosse nada de mais... Acabou que ela me falou que estava muito cansada pra um relacionamento sério, e que achava melhor a gente dar um tempo, até ela se sentir confortável para estar em outro relacionamento... Tudo que eu queria, era não perder ela, concordei como um desesperado, porém falei que não iria aceitar algumas coisas, entramos em um consenso, e agora sim estamos felizes até agora, claro que não...
Depois desse episódio, resolvi me dedicar ainda mais, fazia tudo que dava pra ela, andava pra qualquer canto com ela, ia buscar, levava ela, talvez vocês nem acredita, mas eu mudei a direção do vento só pra ver o vento tirar o lindo cabelo dela da frente do mais belo rosto, e isso não foi o bastante. Ela buscava mais coisas para a gente discutir, com coisas do tipo "não se mexe no celular na companhia de alguém" é até verdade, mas dá pra você abrir uma excessões quando você passa o dia inteiro com a pessoa, mas eu aderi, e continuei me mudando por ela, era meu foco a melhora dela, e ter nossas alianças de volta "sim, eu comprei alianças, e ela tirou quando pediu o tempo". Mas foi aí que as coisas começaram a mudar pra mim, não vou esquecer que a gente passou mais um tempo de boas, mesmo depois dela ter pedido o tempo dela, a gente brigou muito, e nisso eu estava pensando "será que é bom pra nós dois?" só que quando a gente passava a tarde juntos, eu perdia esse pensamento, pois eu amava ela de verdade, cogitei terminar sim com ela, mas a gente conversava e se resolvia, porém foi nessa que eu percebi que só uma pessoa mudava, eu...
E então, chegamos no último inferno.
Essa epopéia estava no fim, e eu nem percebi, mas vamos logo para o último capítulo. Eu já conhecia a família dela, pelo menos a parte que ela sente alguma coisa, e chegou a vez dela conhecer a minha, meu irmão que tava em Brasília veio com a minha prima e era o momento perfeito, minha mãe ia preparar um almoço especial, chamou até minha tia e meu tio, tava tudo perfeito, só não esperava por uma coisa importante, ela não ir... Então vamos lá, bora começar uma semana antes, ela estava mal, se sentindo triste, fui na casa dela e troquei meu melhor amigo (que estava fazendo aniversário) pra ficar com ela, ele simplesmente me implorou para ir, e eu só falei "me ocorreu um imprevisto", era ela o imprevisto, e dei a força que ela precisava, beleza, no outro dia ela saiu com a amiga dela (coisa que me incomodava, já que a amiga dela incentivava ela ficar com outras pessoas, mas dessa vez, eu achei que ela precisava sair da casa dela). Só que ela ainda estava meio pra baixo, e no final de semana, especificamente sábado, resolvemos sair, ela com a galera dela, e eu com meu amigo que eu tinha furado, no domingo era o almoço, beleza, a gente conversou no whats e parou em um momento da noite, eu não me lembro do restante da noite, fiquei muito bêbado (e não, não fiz nenhuma merda de bêbado, só não me recordo de como eu voltei pra casa e que horas), acordei cedo, que é estranho, e antes mesmo de mandar mensagem pra ela, 6h ela me manda um áudio, falando que tava voltando pra casa da amiga dela naquele horário e que não daria pra ir pra minha casa conhecer minha família, eu fui destruído aí, mandei um "tudo bem", esperei até às 7h, fui no mercado comprar as coisas pro almoço, e foi isso, a cada pessoa perguntando, "Hey, cadê a sua Vida", eu simplesmente colocava um sorriso falso no meu rosto e falava "tá passando mal hoje, vai ficar em casa", no meio do almoço ela me ligou, e eu falei que fiquei mal com isso, e que não queria ver ela. E lembra que eu falei que via as coisas como um jogo, foi esse momento que eu pensei em desistir de tudo, o mais forte desse sentimento. Ela veio em casa, e me ouviu dizer que não queria mais aquilo, eu tinha cancelado trabalho pra ir ver a família dela, quando ela ficou na rua pra não ver a minha, mas eu fui fraco, aceitei as desculpas dela... A mesma pessoa que fala que desculpa não é uma palavra, e sim uma ação, e foi nisso que eu me peguei. E no outro dia, ela tinha uma entrevista de emprego online, na qual o entrevistador não foi com a cara dela (e ele foi babaca, ela foi incrível na entrevista), s acabou nela não passando, ficou devastada, e eu ainda meio chateado com ela, larguei de lado esse sentimento, e fui ajudar ela, comprei bebida, a melhor pizza que eu podia pegar (dominos é claro) pra ver ela levando o vinho que peguei pra beber com a amiga dela...
Ok...
Queria muito ver ela, e na sexta foi o dia, IRRAAAAAAAA, vou ver ela, e ela vai passar o dia comigo, vamos ter a melhor noite de todas e nada disso vai acontecer... Tirando a parte de ver ela, eu fui, e passei incrível 3h lá, a amiga dela falou que tava na bad, e pediu pra ela ir lá, e fodac eu. Mas até aí tudo bem, a garota lá precisava de uma companhia, acompanhei ela até um lugar pro Uber ficar tranquilo, e trocamos mensagem até de noite, quando ela resolveu sair... E sumiu... De madrugada (umas 5h) ela falou que a noite dela foi incrível, que conheceu um cara na qual conversou bastante, e que se divertiu muito, e isso foi as últimas coisas que ela me falou no final de semana resto de sábado, domingo e começo de segunda. Então começou a semana, fui entregar currículo já pensando "isso não está acontecendo" "deve ter uma resposta melhor", a única coisa que ela deveria fazer, era me valorizar depois da pisada de bola do almoço, e não contente, ela me pisa na com os dois pés depois, eu precisava entregar aqueles currículos, eles perderiam a data de vencimento, já que no outro dia eu teria 23 anos, e foi o pior dia do meu ano, eu tava visivelmente abalado, cheguei a vomitar no meio da rua, e mandei mensagem pra ela, pra saber se como estava, e ganhei um incrível "oi, c tá bem?". Cara eu já não tava legal, estava no meio da rua mal, e ainda ganho uma dessa, como se fosse um qualquer na vida dela, mandei um áudio pra ela, falei que não tava, que ela tinha sumido final de semana e queria conversar com ela, e sim, já ia com intensão do pior, colocar todas as coisas dela na minha bolsa, e com a pior das hipóteses já terminava ali, só que fui surpreendido... ela responde a porra do áudio com um "ah, não sei oq vc entendeu, nosso lance é casual, eu tive um final de semana cheio, virei duas noites, pipipipopopo" as lágrimas do meu rosto já estava deixando de existir com a falta de senso dela, eu simplicidade liguei e a única coisa que eu consegui falar foi "Eu desisto." Falei que ia encontrar ela e levar as coisas que estavam na minha casa, e pedi pra ela levar as minhas coisas (inclusive as alianças que ficou com ela), quando ela me chega, toda sorridente, fazendo sinalzinho com a mão, e eu não querendo acreditar, não sabendo se ela não entendeu a grandeza dos acontecimentos, ou porquê eu era só um qualquer pra ela, ela sentou na minha frente e disse "aí, eu não vou mais correr atrás de você... E blá blá blá" era uma realidade horrível, eu não estava acreditando que vivia aquilo, eu pedi minhas coisas, dei a dela, e disse tchau, e ela teve a pachorra de me perguntar se eu não ia abraçar ela, será que em algum momento ela percebeu minha expressão facial? Ela olhou pro vermelho dos meus olhos? Ou então notou o tom da minha voz? Eu cheguei em casa, destruído, e desativei tudo que poderia, graças a Deus eu ainda tenho pessoas que se importa comigo, e me ligaram, falei que ia me isolar um pouco e que qualquer coisa poderia me ligar. Foi a pior noite da minha vida, não dormi nada, e não aguentava nada, quando chegou as 7h da manhã, resolvi sair, chorando que soluçava, e fui para o parque, sentei no banco, e fiquei lá, quando a primeira pessoa me liga, me dando os parabéns (sim, era meu aniversário), eu não sabia oq falar e disse que tava ocupado, na segunda eu não consegui enganar, e percebeu minha voz de choro, falei que logo ligava de novo, e na terceira, eu desabei, era minha ex, a única pessoa que eu não esperava, ela sempre sabe quando eu não estou bem, e ela me deu um pouco de energia, me incentivou a ir pra casa, ver minha mãe, e sair com algum amigo, levantei animado, as palavras dela fazia sentido, até lembrar que a única pessoa que eu realmente queria a ligação não fez questão, e aconteceu uma das piores coisas da minha vida, eu simplesmente olhei para um carro na rua, e fui em direção a ele, a sorte que eu tive do cara ter feriado hoje eu vejo que é incrível, a sorte que eu tive de só ter subido em cima do capô dele e ver ele de tão perto atrás do parabrisa só mexendo a boca não entendendo nada que ele falava, sai de cima do carro e sentei na calçada, depois de uma longa conversa entre um grupo de pessoas, um cachorro e comigo mesmo, resolvi ir pra casa, lavei meu rosto e abri a geladeira, minha mãe tinha feito uma torta pra mim e comprado pizza pra fazer de noite, a minha relação com minha mãe é de mais ou menos pra ruim, porém naquele mesmo dia, foi ela que me viu chorar depois de me desejar sorte, sendo que quem eu chamava de "Vida" me deu o pior parabéns possível pelo Instagram.
Até hoje, dois dias depois do meu aniversário, ela não apareceu pra falar qualquer coisa, e eu realmente não quero ver a cara dela, pois eu tô destruído, até agora eu tô recebendo ligação e mensagem de pessoas que realmente se importa comigo, pedindo pra me ver, e eu não conseguindo, porque essa é a pior versão de mim, e eles merecem muito mais que isso, eu tô pensando em tanta coisa ruim agora, e minha mente tá conturbada tentando simular isso como se nunca tivesse acontecido, e eu realmente não consigo acreditar como esses poucos meses, destruíram tanto minha vida.
Você que leu isso até agora, agradeço muito por reservar esses minutos da sua vida pra esse texto, eu começar ele umas 23h da noite, e tô terminando agora 6h17, depois de parar algumas vezes, e me desculpa pelo tamanho. Eu só achei que precisava compartilhar isso com alguém.
Obrigado por ter chegado até aqui.
submitted by nofimnaime to desabafos [link] [comments]


2020.10.28 02:18 ThatManRonnie Ajuda a um estudante de informática

Boas pessoal É assim, estou no meu 4° de eng informática ( mestrado integrado ) e como é óbvio está na altura de meter mãos a obra para o mercado de trabalho e preciso de ganhar algum dinheiro. Ainda não tive nenhuma experiência profissional ( o covid estragou me um estágio de verão ) no entanto gostaria de trabalhar na área de data Engineering O problema é que ainda não tenho horário laboral para entrar num full time job mas visto que sinto uma carga de trabalho menor durante o mestrado também acho que conseguia estudar e trabalhar ao mesmo tempo,queria pedir opiniões de pessoal que trabalha na área ou passou por esta fase. Recomendam tentar arranjar algo por cá? Nesta fase o mercado não estará um pouco "seco"? Pensei também em candidatar me para trabalhar remotamente para empresas estrangeiras mas visto que ainda não tenho experiência profissional creio que seja difícil algum tipo de sucesso.
submitted by ThatManRonnie to portugal [link] [comments]


2020.10.27 10:23 majinmattossj2 [LER COM ATENÇÃO] NOVA MODERAÇÃO: Primeiro Comunicado

Salve nação santista! Dez dias atrás o camarada u/cartola deu uma passada no reddit, viu nossos pedidos e gentilmente me passou a moderação pra tomar conta aqui do sub. Obrigado, u/cartola, e à todos que me ajudaram!
Passei cada um dos últimos 10 dias fazendo códigos CSS pra versão do sub no OldReddit, e remodelando o sub pro Mobile/NewReddit - numa página de testes. Já está tudo engatilhado para o lançamento, mas antes de tudo, gostaria que decidíssemos juntos por votação o novo template do sub. Eu fiz alguns, que estão nos links no fim do post, e estão todos convidados à apresentarem novas propostas de template que serão colocadas em votação. Num primeiro momento, vamos decidir o template da versão desktop/PC (NEW REDDIT), que é composta pelo banner na parte de cima e pelo background (fundo de tela). Fiquem livres pra combinação que vcs quiserem - podem usar tanto imagens como cores. Se conhecem pessoas que são craques em design, é interessante pedir pra fazerem um bannebackground original também.
Para apresentar seu template: primeiro, comente no post dizendo que vai apresentar algo, e se possível forneça uma data de entrega (preferencialmente o mais rápido possível). Segundo, quando estiver com o template pronto, comente no formato "NOME DA ARTE / banner: link-imagem-banner / background: link-imagem-background" ou "NOME DA ARTE / template: link-banner-background-juntos".
Como o movimento aqui anda fraco pelo sub estar meio largado, vou deixar esse post pinnado até sexta para que os interessados cumpram a primeira etapa (apenas comentar que está interessado e fornecer uma data de entrega). Se ningém se manifestar até sexta, no sábado 31/10 iniciamos a votação com os templates que eu mesmo fiz. Se alguém ler esse post depois do prazo e quiser participar, apenas comente e incluíremos sua arte numa re-votação.
Depois que definirmos o template da versão desktop/PC, a segunda etapa vai ser definir a versão do template da versão mobile/aplicativo - que é composta apenas pelo banner (e o ícone que vai ser o escudo, obviamente). Certas versões de banner pro desktop/PC não caem bem no banner do celular, por isso as duas votações.
Já posso anunciar de antemão que desenvolvi até o momento 256 flairs para o sub, ou seja, vai ter flair pra todo gosto e ainda cabe mais, é só pedir. Tem escudos, mascotes, campo, textos, futebol feminino, temporadas marcantes, troféus, troféus com o ano e o placar das grandes finais/grandes jogos, jogadores, treinadores, linhas de frente, várias especiais do Pelé, placares de amistosos dos anos 60, placares históricos contra o trio da capital, e mais! Confiram aqui!
Templates para votação no sábado 31/10 abaixo:
Template 1 - "Preto no Branco"
Template 2 - "Simbolos"
Template 3 - "O reino e sua torcida"
Template 4 - "Ídolos do reino"
Template 5 - "Abstrato"
Template 6 -"Mar Branco em faixas"
Template 7 - "Ídolos e sua torcida" - sugestão do u/Resigningofmankind
Obs: o Postesting nos templates acima é o meu sub privado que eu uso para testes, no caso no nosso sub vai ser SantosFC escrito no lugar.
Obs2: fiquem à vontade para sugerir novas combinações entre as imagens do template acima ou criar as suas próprias como explicado nos primeiros parágrafos
Obs3: as imagens de fundo de tela se extendem pelo decorrer da página do mesmo jeito que voces estão vendo nas imagens
Por enquanto é isso galera, conto com a participação e envolvimento de vocês para fazer este sub crescer, somos o time de maior apelo global no país, vamos nos aproveitar disto! O Santos é top5 em tudo que é mídia digital, por aqui não pode ser diferente, e no momento somos o 12° maior subreddit de clubes no Brasil atrás até do Botafogo. Pouco a pouco vamos participando aqui, fazer o sub crescer e se sentir em casa!
Saudações
submitted by majinmattossj2 to SantosFC [link] [comments]


2020.10.24 04:16 sohpratrolla Dilema moral Trabalhista, me ofereceram cooperativa, e eu fugi

Boa noite pessoal, eu sai de uma empresa recentemente, e estou curioso para saber o q vcs fariam no meu lugar.
A empresa tentou me passar para trás dando um "golpe" na CLT, mas eu usei essa chance para sair, e ao invés de pedir demissão eu fui demitido.

Vcs devolveriam a multa sobre o FGTS?


A historia para quem tiver paciência para ler:

Lado da empresa:
Eu sou um programador de uma software house, me ofereceram sair da CLT para ir para uma Cooperativa de professores (sim eu sei que é ilegal), eu ficaria 6 meses trabalhando com seguro desemprego, e depois eu seria "contratado" como cooperativa, com um aumento de 30% no bruto, sendo que a taxa da cooperativa é 5%.
Se eu não errei na conta, isso nem é um aumento que faz sentido, é tipo 3k a mais por ano, mas não tem o 13º, perde 10 dias de férias, e todas as proteções da CLT.
Então eles iriam me demitir, mas eu teria que devolver o valor do aviso prévio indenizado + a multa por me demitir antes da data base.
Meu lado:
Eu queria sair, provavelmente iria acabar pedindo demissão, mas já que queriam me passar para trás, eu aceitei tudo, quando eu peguei a minha carteira de trabalho com a baixa e só falei que estava saindo para outra oportunidade.

Pontos do pq eu estou muito P#t# com a empresa:
- Tive que ficar os últimos sábado, domingo e segunda(dias 10,11 e 12 (feriado) de outubro) monitorando um processo de integração e respondendo clientes no celular pessoal (é um exemplo, mas isso é algo comum).
- Durante a Homologação do PAF, que geralmente vai de segunda a sexta, fomos para a cidade de São Paulo, e tínhamos que levar as malar para cima e para baixo, uns 10 min de caminhada, todo dia, ao acordar e na hora do almoço para não correr o risco de pagar uma diária a mais
- nos primeiros anos não recebia pelas horas extras, e não foram poucas, teve um sábado especifico que foram 12 horas
- Mesmo sendo um programador pleno recebo menos que um júnior em São Paulo (como ainda moro com meus pais e foi o meu primeiro emprego na área, fez sentido por um tempo)
- Nas ultimas duas semanas eu estava trabalhando das 08:00 as 22:00
- Comigo foram bem esporádicos, mas a família dona da empresa, rotineiramente eu vejo sendo estúpidos e ríspidos com os meus colegas(entenda todos os outros funcionários, não só a programação). Como não sou comunicativo, soube apenas recentemente, mas eles faziam assedio moral no pessoal do suporte.

Pontos que eu ainda me importo com a empresa (leia os outros colegas funcionários)
- Tem muita gente lá que eu gosto e me importo, e me preocupa oq vai acontecer se a empresa continuar afundando
- Por mais bizarro foi a minha primeira oportunidade de trabalho na área, e pude te-lá com pouco risco, eu não tive que alugar um imóvel, me mudar, pude depender dos meus pais, etc..
- Foi sim um grande aprendizado, desde como lidar com os colegar, visualizar os problemas de projetos, etc...
submitted by sohpratrolla to brasil [link] [comments]


2020.10.16 00:53 Liderk21 Primeiro emprego

Eu sinceramente não sei muito bem por onde começar, mas cerca de um mês atrás participei de um processo seletivo para o cargo de jovem aprendiz, o qual fui selecionado, estava tudo bem até ai, eis que começa o período da entrega de documentos até o dia de hoje.
Na entrega de documentos foi tudo ok, nada parecia estar errado, mesmo já sendo bem evidente o quão desorganizada parece ser a empresa, algo que ficou extremamente evidente no dia em que fui ao escritório para assinar meu contrato, sério, não tem nada de brincadeira, me pediram para estar lá às 9h e como sempre eu tenho o hábito de chegar mais cedo fiquei lá um tempo esperando, porém chegou o horário e solicitam que eu e outros candidatos que também estavam lá para assinar o contrato aguardem no andar debaixo, e é nessa hora que vem o desagrado, foram pouco mais de *4 HORAS* até me chamarem, sim eu cheguei lá às 9h e só fui assinar meu contrato às 13h, e mesmo diante desse caos pouco me foi informado sobre data de início ou algo parecido.
Final do mês para o início de outubro, recebo um email com datas referentes ao curso de jovem aprendiz, o que afirmo ser claramente inútil e não serve para absolutamente nada, voltando ao email, nele constava que no dia 15/10 iria iniciar a capacitação semanal, o que e partes fazia sentido, visto que no dia da assinatura do contrato me foi dito que os 10 primeiros dias seriam o curso, e as datas batiam para que no dia 15 já fosse o início da ocupação presencial. Mas o ocorrido foi completamente diferente, já sem ter qualquer informação e apenas com essas datas do email fui a empresa na manhã de hoje, fiquei cerca de 40min aguardando alguém me atender, oq no final não ocorreu já que eu tive de ir atrás da pessoa responsável em outro andar, e nesse meu encontro com a responsável a única coisa que me foi dita era que eu deveria aguardar o contato da empresa.
O que pode parecer certo, entretanto, nisso cito outra questão ridícula da empresa já faz cerca de UM MÊS que a minha CARTEIRA DE TRABALHO ESTÁ EM POSSE DELES E SIMPLESMENTE NÃO HÁ UM CONTATO PARA QUE ME INFORMEM ALGUMA COISA.
É isso precisava manifestar minha indignação e ao que tudo indica que será uma péssima primeira experiência no mercado de trabalho, confesso que me segurei um pouco hoje para não olhar para a responsável e pedir minha carteira, mesmo que sem a assinatura, pois nisso acabo perdendo outras oportunidades que poderiam ser bem melhores para mim além de que provavelmente são também lugares mais organizados.
submitted by Liderk21 to desabafos [link] [comments]


2020.10.15 16:56 little-t4ngerine Como encontrar pessoas com pouca informação?

Eu não sei onde pedir ajuda sobre isso e não quero falar com ninguém que eu conheça pra não expor a minha irmã. Mas o que acontece é que minha irmã não sabe quem é o pai dela, e agora depois de vinte anos nós conseguimos arrancar algumas informações da minha mãe. Eu estou tentando ajudar ela mas nem sei por onde começar, nós temos a data de nascimento e o nome dele, mas o sobrenome é complicado então considero que possa ter alguma letra trocada. Também sabemos a cidade onde ele (provavelmente) nasceu. Será que entrando em contato com o cartório da cidade eu consigo achar algo? É uma cidade do interior então tenho a intuição de que eles não devem ter nada digitalizado. Se alguém tiver mais alguma ideia de como encontrar mais informações eu agradeço.
ps.: como dá pra imaginar pelo relato ela é minha irmã só por parte de mãe.
submitted by little-t4ngerine to ClubeDaLuluzinha [link] [comments]


2020.10.15 10:14 mpp21 Vergonha sem precedentes: Autódromo do Algarve GP F1

Nos últimos anos Portugal tem organizado com sucesso diversos eventos de dimensão internacional. Quer seja no desporto, música, etc.
O Grande Prémio de Fórmula 1 no final de Outubro é o proximo evento deste tipo. Qual é a novidade? É que desta vez tudo indica que será a pior organização de sempre em Portugal... Vamos a factos:
E com isto tudo estamos a pouco mais de uma semana do evento. Sinceramente estou receoso com o que vou encontrar num dia que sempre pensei seria de festa...
EDIT: Obrigado pelas contribuições de todos. Junto algumas informações:
submitted by mpp21 to portugal [link] [comments]


2020.10.12 03:11 zsagattigerz Minha esposa pediu um tempo.

Estou passando por uma situação muito difícil, a minha esposa me deixou a 5 dias atrás pedindo um tempo em nosso casamento, tirou todas as coisas dela do apto e foi pra casa da minha sogra, minha esposa continuo conversando comigo pelo WhatsApp falou que era um tempo até eu me tratar do meu problema com álcool e cigarro e até indicou um psiquiatra ai entã eu mostrei fraqueza fique pedindo pra ela volta e etc... Então ela falou muitas coisas ruins dizendo que não volta mais e que tudo acabou e pra mim seguir a minha vida porque eu só atrapalhei a vida dela. Então falei adeus pra ela e Continuei postando coisas no whatsapp e ela vê todos, comecei a conversar com a minha sogra que me disse pra eu deixar ela que ela volta e fala coisas ruins pra mim pq está brava. Eu amo muito a minha esposa e não queria perder ela. Eu sei que errei pq estava fumando cigarro escondido dela e tenho problema com álcool. Estou desesperado fui na paróquia aqui perto de casa e rezei pra deus me ajuda e eu não tenho nem um amigo pra conversa, estou sozinho no meu apto. Eu ainda sinto no fundo que meu casamento ainda não acabou é uma sensação que não consigo explicar. Mas, parece que ainda vamos volta. O que eu na entendo nas mulheres é o porque ela está fazendo isso comigo dizendo que tudo acabou pra eu esquecer ela e seguir a vida. Mas continua vendo meus status no whatsapp não me bloqueou e pediu pra eu me tratar do meu problema com álcool. poxa eu fico na dúvida se acabou mesmo ou ela só está brava e vamos volta. Estou chorando muito e com o psicológico abalado as mulheres são muito complicadas tem momentos que dá esperança e em outros não.. alguém já passou por uma situação assim ?
12/10/2020 Deixei de fumar e estou tomando remédios para ansiedade, fui até a paróquia do bairro e rezei por mim e minha esposa.
13/10/2020 Ontem minha esposa havia me bloqueado no WhatsApp e hoje pela manhã me desbloqueou. Minha pediu pra eu mandar mensagem para a minha esposa mas eu estou com medo da reação dela.
14/10/2020 Após dias discutindo no whatsapp ela me bloqueou varias vezes e desbloqueou hoje trocamos Bom dia ! E ótimo trabalho, não vou fala mais nada quando chegar de noite eu vou mandar um Boa Noite!
16/10/2020 2 dias sem conversar com a minha esposa, estou conversando muito com a minha sogra e ela me falou que a minha esposa está reclamando muito, que eu destruí a vida dela que ela não sabe oque fazer daqui pra frente.. ela é de São Miguel zona leste , e quando a gente se casou ela veio comigo para o Butantã. Hoje estou sentindo 0 de chances dela volta pra mim e ainda estou me sentindo mal por isso, continuo sem beber ou fumar..
17/10/2020 Fui na paróquia e pedi a deus que me absolva meus erros com a minha esposa e ilumine a minha cabeça para o melhor caminho. Fiz uma reflexão sobre a minha esposa e ela não foi uma boa pessoa comigo, já houve agressões físicas e verbais pela parte dela, todo meu salário era controlado por ela, sexo era umas 2 ou 1 vezes ao mês, ela tinha muitas alterações de humor e já chegou a me expulsa do apto por algumas vezes por motivos muito infantis. Havia muita hostilidade por parte dela contra mim, mas tbm tinha momentos em que ela esta bem. Eu sentia pena dela pq eu acreditava que ela estava com algum problema mental e eu não sabia como ajudar. Na última briga ela me colocou pra fora do apto de madrugada e não deixava entrar tive que pegar um uber e ir para casa da minha mãe e acabei comprando umas brejas e bebi muito lá pois eu estava triste., Então no outro dia voltei e pedi para abrir a porta pois eu precisava pegar algumas roupas assim que ela a abriu eu entrei e disse que não iria sair, ela chamou a polícia que informou para ela que não poderia me tirar do apartamento porque está alugado em meu nome, então ela saiu e foi para casa da mãe, no outro dia voltou com um caminhão de mudança e levou tudo TUDO só deixou o sofá e o microondas pra mim. Cara foi uma puta de uma sacanagem isso. Ela sinceramente acho que ela não eu uma pessoa boa para estar ao meu lado e estou iniciando um processo dentro de mim de mejo por ela e perdendo o amor. Hoje ela postou algumas mensagens no WhatsApp como indireta para mim. A mãe dela me disse que ela tá estranha. Claro deve tá batendo o arrependimento e a falta por mim. Mas a bixa e tão orgulhosa que não vai mandar e nem eu l. Na boa to tranquilo, já tô gostando da ideia de volta pra casa da minha mãe junta uma grana e compra um carrão pra mim. A minha dor já passou por ela e coloquei uma data limite de até o final de outubro passou disso tchau não voi fica esperando ela.
18/10/2020 Em uma breve conversar com a minha sogra ela me disse que não esta vendo a filha dela bem com essa separação e está preocupada com ela. Agora eu estou super puto da vida porque acho que ela esta resistindo a volta pra mim mesmo sofrendo. Que foda, minha vida está de cabeça para baixo , por mais que eu tente esquecer ela vendo vídeo motivacionais, religiosos ..etc isso não passa nem o tempo está ajudando. O termino foi no dia 02/10/2020 .. continuo seguindo o conselho minha sogra de não fala com ela...eu errei muito com ela. Se ela me dar mais uma chance cara eu sou muito sortudo mas não acredito que isso vai acontecer. Eu não me vejo com outra pessoa só de pensa sinto nojo eu gostava dela, eu nunca senti dor tão forte como essa tá piorando a cada dia estou ha 3 dias seguidos sem dormir vou acabar morrendo ou ficando louco morador de rua. Eu sinto que ela esta pensando em mim a gente tinha uma conexão qual que de alma gêmea . Porque ela está fazendo isso comigo? Ela tá me deixando assim pra eu sofrer e nunca mais beber ou fumar se for isso ok já aprendi a lição. Estou ficando de saco cheio já dessa putaria vou meter o louco e começar a xingar ela e a mãe dela. Porra, a mãe dela fica me dando esperança dizendo que ela volta e bla bla bla que ela gosta de mim que ela quer que eu mude que eu melhore que eu acorde para o relacionamento que não se torne pior do que já estava. mano, mas minha esposa fala que ACABOU ai me bloqueia ai desbloqueia fica vendo meus status ai me manda mensagem me xinga ai bloqueia ai desbloqueia ai fica vendo meus status denovo. Tô ficando maluco já. Ai que porra. Ela médica veterinária e e está trabalhando em plantões de 12hs ela deve tá muito puta comigo, aqui no Butantã temos praças aonde ela costumava passear com os cachorros todos os dias agora na zona leste ela não pode fazer isso então e casa e trabalho nossa ela deve tá sofrendo... Cada dia que passa eu vou sentindo mais falta e nesse momento acredito que as chances dela volta comigo são mínimas, eu tenho dificuldade de conquista outras mulheres e não vou superar nunca a perda do meu amor. Caraio a vida é foda com a gente. 2- Que situação tudo isso aconteceu por culpa minha. Estou sofrendo pra caraio e ela mais ainda pq teve que larga o trabalho .. me sinto no fundo do poço , talvez eu nunca volte a vê-la novamente. 3- Minha sogra mudou o tom das conversas acho que azedou de vez não volta mesmo. O apartamento está financiado no nome da mãe dela e tem que paga multa na boa eu quero que se foda porque a minha esposa levou as coisas então elas que se virem pra paga o aluguel e a multa.
19/10/2020 Hoje a minha sogra me pediu para fala com a minha esposa minha sogra quer muito que eu fique com a filha dela ela gosta muito de mim e eu dela.(coisa rara de acontecer) Bom, por enquanto a minha esposa ou ex. Sei lá. tá me respondendo na boa sem agressividade, vamos ver o que vai rolar. / A conversa com a ex. azedou e ela me falou que a única coisa que tem pra resolver comigo é a separação em juiz. Minha sogra disse pra mim que ela tá falando isso agora e tem certeza que a gente vai volta. / Mano, azedou de uma tal forma que me tenho mais esperança de nada. Acabou mesmo
20/10/2020 Minha ex. Bloqueou whatsapp telefone em todas as redes sociais tivemos as conversas por telefone e quando dizia que gostava dela e que mudei e me arrependo do erro ela até dava um bom sinal que tbm gosta, me contou que está passando uma grande dificuldade no trabalho e está difícil fica na casa da mãe dela. Eles tiveram uma briga ontem. Ela por ter saido do apartamento acha que eu tenho que pagar a multa de recisão sozinho. Tá sendo um inferno. Ela tomou a decisão errada e está claramente arrependida com isso. Não quer ficar na casa da mãe dela. Eu peço a Deus que em guarde e me proteja eu não entendo como a pessoa que me dizia me amar e 15 dias atrás agora me odeia e não quer me ver. Eu amo tanto essa pessoa e não consigo superar e acredita que estou passando por esse tipo de situação, agora não tenho nem um tipo de contato com ela. Meu deus do céu me arrependo por ter bebido e fumado essa foi a causa do termino do meu casamento.(ainda tenho um sentimento de alívio ou que algo ainda vai muda) / Rolou mais um quebra pau entre minha sogra e minha ex. Esposa agora a minha ex saiu da casa da mãe mandou várias mensagens pra mim e a merda fedeu de um jeito que não teu volta não. Minha ex agora não quer fala comigo e nem com a minha sogra .. caraio que barraco feio da porra que eu me envolvi com essa mulher ela é muito louco e agressiva até com a mãe dela. Gente do céu pedi o interesse nela total só me sobrou dó agora porque ela saiu da casa da mãe e não sei pra onde foi ... Eu acho que ela esta surtada da cabeça não se acalma de jeito nem um. Meu deus do céu. O pior que ela mexe com uns negócios de macumba e parece que essa porra tá afetando a vida dela.. tínhamos uma vida tão boa e ela chutou o pau da barraca assim do nada caraio, nunca pensei em passa por uma situação assim na minha vida. Há 15 dias atrás uma pessoa que se deitava comigo dizia que me amava, fazia amor comigo agora me odeia.. caramba estou transtornado com essa situação. Coisa horrível.
20/10/2020 Minha ex. Está descontrolada a mãe dela expulsou ela de casa disse que ela está insuportável, aparentemente ela surtou, agora está mandando mensagem para mim e para a minha sogra com tons agressivos. Estamos preocupados com ela pois ela já agia assim com agressividade com a gente mas parece que piorou .. agora a situação virou caso de preocupação com ela pois não sabemos qual será a atitude dela. Ela continua me mandando mensagem mas nem respondo.. ela não está com a cabeça boa não.
Uma coisa não se encaixa nessa história! 13h ela foi explusa de casa 17h ela me disse que alugou um apartamento 19h Postou foto no whatsapp já no novo apartamento com os móveis nele eu vi na foto mesa, e outras coisas que eram do nosso apartamento. Detalhe, a mãe dela estava no trabalho como iria expulsa ela de casa ?
Eu estou sendo manipulado 🥺 É tudo uma farsa.. meu deus quem são essas pessoas que estão conversando comigo? Não to entendendo mais porra nem uma.
22/10/2020 Estou começando a me sentir mais aliviado e com pensamentos positivos, porém as vezes ainda sinto uma dor pela falta dela, talvez eu nunca consiga esquecer a fernanda. Vou levar essa dor dentro de mim pelo resto da minha vida. Só um milagre pode salvar meu casamento nesse momento. Me bloqueou novamente no whatsapp mais uma facada no coração. (Não bloqueou só retirou a foto dela) fazendo joguinhos novamente, estou perdendo minha sanidade mental com essas atitudes.
A mãe dela tá sendo muito boa comigo. Porém a filha dela não está cooperando não quero mas estou desconfiado que a mãe dela só está sendo boa comigo porque o contrato do apartamento está no nome dela e tem a multa e o aluguel desse mês pra pagar. Caraiooooooooo minha mente está a mil.
23/10/2020 Trocando indireta via status do WhatsApp. Coloquei uma foto linda minha a bicha deve tá puta. ela colocou uma dela tbm. mas na boa eu sou bem mais bonito.. hahahaha Postei uma foto que apareceu minha mão sem aliança mas a foto estava invertida ela viu e me mandou mensagem reclamando que eu tirei a aliança.. hahaha.. aff ela separou de mim e tá cobrando que eu use aliança? Na verdade eu continuo usando sim.. mas sei que ela não.
24/10/2020 Sem ela percebi que não sei fazer nada, o apto está uma zona, cheiro de comida estragada o sofá com cheiro de chulé, estou comendo comida de microondas não sei nem o que pedir no ifood. Eu era totalmente dependente dela nas decisões nem o lixo eu tirei. Nossa, estou perdido. Eu fico esperando uma mensagem dela a todo momento, só queria que tudo voltasse ao normal. Essa experiência está sendo torturante. Comentou em mais um poste meu. (Mandei um oi e me ignorou) ela tá ficando muito online no whatsapp acho que ela tá ficando com outra cara. Meu coração tá doendo muito.
25/10/2020 Peguei ela online no WhatsApp as 1:40 da madrugada ela nunca ficou acordada até esse horário. Ela saiu pro rolê ou tá ficando com outro cara. Eu vivia com um mostro dentro de casa, ela nem se divórcio de mim ainda e já tá saindo muito safada... Lamentável.
Era o fim e eu que não quis aceitar as 4:30 da madrugada ela me mandou mensagem falando várias coisas e mandou um vídeo em estava em bar de pagode, disse que quer me ver nem respirar o mesmo ar que eu e outras coisas mais... Pessoal infelizmente não tenho chances de reconciliação com a minha esposa ela está com muita ódio de mim e vou ter que carregar esse meu erro pelo rest da minha vida.. a dor nunca vai curar... Pedi tanto a deus que me ajudasse orei tanto e a mãe dela também mas não deu certo. Eu levei a minha vida para o fundo do poço, nunca vou encontrar uma mulher igual aquela Deus me castigou ele não gosta de mim pedi a ajuda dele e ele não me ajudou nada mudou só ficou pior a cada dia e hoje ela está totalmente me odiando ... Deus o senhor não foi justo comigo eu pedi perdão ao senhor rezei pelos meu pecados sempre fui uma pessoa boa pra todo mundo porque o senhor fez isso comigo ? Me tirou a pessoa que eu mais amava no mundo de mim. Porque? Isso doi muito esse mundo não é bom.. só tem maldades e coisas ruins minhas esposas éramos tão felizes foi só um erros dava pra concertar. Mas minhas orações o senhor falou comigo "filho fique calmo ela vai volta pra você" porque o senhor me disse isso e não aconteceu isso deus ? Eu estava esperando o tempo dela. E não valeu por nada nada.. ela sente muito ódio por mim.
Nossa, o jogo deu um reviravolta. Depois da mensagem que ela me mandou na madrugada eu enviei um textão pra ela. Disse que até queria muito que ela fosse minha esposa mas depois dessa atitude eu prefiro seguir a minha vida sem você, que o divórcio o mais rápido possível e agradeço pela sua passagem em minha vida me ajudou abrir meus olhas pra vida para de beber e fumar estou um homem melhor para a minha verdadeira parceira e esposa. Pra que ela ficou louca, coloquei ela no lugar dela e dei pra ela bem entender que eu não queria mais ele. E continuava dizendo do divórcio. Ai ela disse eu não vou fazer nada de divórcio não para com isso e bla bla bla.. dominei ela agora tá conversando comigo igual uma santa e me ligou ficamos 30 minutos conversando.
Então ela ainda me amava mas estava com raiva por algumas atitudes minhas e então saiu.. o problema é que ela estava fazer uma tortura emocional em mim o que acho uma puta de uma sacanagem eu posso ter aprendido algumas coisa mas poxa, na boa não precisava pegar tão pesado assim..
Gostaria de pedir desculpas a Deus ele falou pra mim e se realizou aparentemente vai dar tudo certo. Nós vamos combina de se encontrar, ela já me pediu pra comprar comida para o gato e um brinquedo para ele.. eu disse que sim vou comprar.
26/10/2020 Hoje consegue dormi e acordei bem melhor, fiz meus exercícios e estou na empresa, mandei mensagem pra ela falando bom dia e uma ótima semana. Não vou estender mais a conversa. Durante a semana vou com calma acredito que agora ambos os lados estão mais calmos.
29/10/2020 A conversa evoluiu bastante nos últimos dias e já estamos combinando de se encontra. Em um áudio ela sugeriu que eu ficasse de sexta a segunda feriado no apto dela e que tbm levasse ela pra sair tbm pediu presente ela é bem patricinha e delicada mas ríspida as vezes. Bom, gostaria que o encontro fosse no sábado porque daria tempo pra eu me arrumar estou com a barba e cabelo grande tbm daria tempo de compra um presente pra ela.
submitted by zsagattigerz to desabafos [link] [comments]


2020.10.11 02:24 ZaGaGa A História de um jantar de aniversário em tempos de pandemia

(no final tem algumas notas de esclarecimento)
Meus caros vou escrever isto em tom de desabafo, se quiserem leiam se não quiserem não leiam, se quiserem dar upvote força, se quiserem dar downvote também é ok e é só rodar o polegar e enfiá-lo no outro dia a minha cara metade avisou-me que tínhamos sido convidados para ir jantar a casa da cunhada que tinha feito anos. Fiquei logo de pé-atrás, é que eu estava a comprimir uns 10 dias de pseudo quarentena [sim o governo espanhol andava a espiar-me] depois de ter estado a em grande sacrifício em prol dos interesses do país - que é como quem diz: de féria no Algarve - para poder ir visitar os meus pais que moram para lá das serras onde quando se vai tem de se pernoitacohabitar e agora vinha-me esta gaja com uma festa de anos em plena pandemia...raios.
«Não te preocupes. Ela disse-me que somos só nós e os meus pais, assim a família mais próxima» - "A família mais próxima...e eu!" pensei mas guardei para mim, "...é que só pode porque que eu saiba ainda não sou da família! Fogo! Ainda por cima vou ter de arranjar uma prenda..."
Enfim lá fomos, e no dia deram-nos a morada do restaurante, «Então? Restaurante? Não era em casa?!»
«Pois é... não sei, o David [nome fictício] disse-me que é no restaurante do tio do primo dela [grau de parentesco inventado mas vendo bem as coisas é possível], mas que o restaurante vai estar por nossa conta».
Chegados aos restaurante, de aspecto familiar mas com muito boa apresentação, acenou-nos lá de dentro o David - por detrás de uma porta carregada de cartazes da DGS impressos e o do selo COVID Safe - para que entrássemos.
«Então o teu irmão está sem máscara?» perguntei à minha cara metade que olhava para mim com ar de igual surpresa.
«Oh David! Não é preciso máscara?»
«Não, não na boa mano, entra»
Ainda assim hesitamos à entrada da porta do restaurante de onde se podia ver em praticamente todas as colunas e em letras grandes e vermelhas YOU SHALL NOT PASS! ok, na realidade era apenas "Obrigatório o uso de máscara" mas o já adquirido hábito de cumprir essa regras ao fim deste tempo todo era como se uma barreira invisível nos impedisse de atravessar o portal...mais precisamente a porta de entrada.
«Tens a certeza? É que não me importo nada de usar máscara... já estamos habituados» perguntamos com a máscara na mão.
«Oh esquece isso! Só cá estamos nós, o ‘tio do primo’ disse que era na boa. Só se aparecer algum cliente.» “Como assim ‘cliente’? Então o restaurante não estava por nossa conta? Quer dizer que o restaurante está aberto ao público? E isso não faz de nós clientes?” «Eles estão com pouco movimento, o pessoal anda todo com medo do cóvide" continuou o David, “Pouco movimento?” mas guardei para mim as minhas dúvidas.
Subimos à sala de jantar onde uma grande mesa se destacava já posta e com umas 20 cadeiras. Foi quando percebi que a família mais próxima incluía a família "do outro lado". Sem máscara e claramente familiarizados com o espaço (ao contrário de nós) a família da Paula [nome fictício da aniversariante] cumprimentou-nos com a habitual frase "agora não se pode dar beijinhos" e convidou-nos a sentar enquanto se dirigiam à cozinha por entre as mesas (onde dois solitários clientes assistiam a notícias chocantes de mais um lar com infectados - CMTV) para irem buscar petiscos.
Com um enorme nó na garganta sorri e cumprimentei toda a gente, e enquanto se davam as apresentações eu só pensava que queria virar as costas e sair dali rapidamente. Contudo os laços familiares amarravam-me ao chão.
Com 15 adultos à mesa (onde ocupamos estrategicamente o cantinho mais afastado de toda a gente) e uma dúzia de crianças particularmente mal comportadas (ok eram só 5, mas apreciam muitas mais) lá chegaram os aperitivos, daqueles bons à tuga de lamber os dedos depois de lhes pegar e partilhar: camarões, queijos, pica pau, entre outras coisas que nos dão prazer de existir neste mundo circulavam na mesa num "queres? temos aqui mais! eu já comi a minha dose e a Joana (fictício) não gosta do que é bom" e enquanto isso eu gritava para dentro e tentava acompanhar que aperitivos ainda eram relativamente seguros e quais já tinham sido alvo de alguma das crianças que, de tempos, lá pegavam em comida, cheirava e voltava a meter no prato completamente absortos dos pouco convincentes ralhetes dos pais "Já te disse para não mexeres naquilo que não vais comer!" isto x100 e x5 e é só fazer as contas.
1 a 1 os dois solitário clientes abandonaram discretamente a sala enquanto a nossa refeição se desenrolou. Um dos nosso convivas (pelos vistos funcionário do sítio) era uma das duas únicas pessoas que usava máscara e foi receber os pagamentos. A outra pessoa era o dono do elegante restaurante, um senhor forte (ok, gordo) e pachorrento com máscara a fazer da babete enquanto se queixava dos ossos e que vinha aí chuva (acertou claro!)
O jantar estava óptimo! Boa comida, bom vinho tudo bem confeccionado. Até conhecemos a cozinheira, uma senhora com muitos anos na casa, que veio da cozinha (sem máscara) para nos cumprimentar e conversar um pouco com os convivas enquanto, por cima de mim, se apoiava nas costas de minha cadeira.
A conversa lá se orientou para o tema do Covi-19, e afinal aquela gente até é temerosa da coisa, pois tinham "muito medo”, «sabe-se lá as pessoas que andam por aí!», «Andam aí espanhóis por todo o lado e uma pessoa tem receio, ainda no outro dia tivemos aqui umas francesas, vieram cá duas vezes, felizmente já se foram embora!», «A culpa é do governo e do PR! [Claro...] que só dão maus exemplos, andam a pedir para as pessoas irem à praia e irem de férias e depois tá tudo infectado», «Há pessoas que também não têm cuidado nenhum, ainda no outro dia...»
Aos poucos os olhares viraram-se para mim, as pessoas mais próximas sabem que tenho formação científica, opiniões sólidas e minimamente informadas sobre o tema pelo que eu (depois de ter esvaziado uma boa parte da garrafa de tinto que descansava ao meu lado) já não aguentando ouvir mais nada levantei-me e explodi apontando o dedo para aquela gente e denunciei aquela hipocrisia, o incumprimento de regras e toda a estupidez e falta de critério à lusitana pois já era mais que sabido que as mais recentes infecções eram provocadas por eventos exactamente como aquele! Aliás como é que ainda tinham o descaramento de se queixar de falta de clientes perante tão pavoroso incumprimento das mais elementares regras!
Ou pelo menos foi isso que fantasiei por breves segundos e assim, depois de mais um golo no copo de vinho para ganhar tempo, lá respondi quebrando o momentâneo silêncio que se havia instalado: «Pois… É complicado...»
Já as velas lá se apagaram, como deve de ser nos dias de hoje, com um swipe da mão.
--//--
Algumas notas:
submitted by ZaGaGa to portugal [link] [comments]


2020.10.10 06:00 Felipeljj Experimentei compor algumas musicas - 3 anos depois, aqui tá o resultado!

Opa, tudo bem? Bom, fica confortável aí que vou te levar pelo meu mundinho como compositor, compartilhar minha história e a minha música :P
Bom, eu me chamo Felipe Latchuk, tenho 19 anos, estudo engenharia e curto muito música. Tudo bem, até aí apenas mais um garoto normal. A Alguns anos, eu comecei uma experiência que me apaixonei, e hoje quero compartilhar o meu trabalho com vocês!
Eu desde pequeno fui introduzido à musicalização, e toco piano desde que me conheço como gente. Mas, esse lado de compositor eu descobri meio na marra, após uma situação um pouco delicada.
No inicio de 2016, minha mãe começou a sentir umas dores nas costas, e aí foi investigar e talz.. enfim: Um adenocarcinoma de pâncreas. Desde o diagnostico até a data de falecimento dela, se passaram apenas 2 meses. Na época, eu tinha 15 anos, ou seja, foi uma situação extremamente traumatica.
Todo ano eu me recordo do falecimento dela, no dia 28. Todos são dificeis, não tem como escapar, mas o dia 28 de junho de 2017, foi especialmente delicado pra mim. Eu passei por uma crise de ansiedade, chorei o dia inteiro, e não estava sabendo lidar com tantas emoções. Conversar não adiantava, meu irmão estuda medicina, sempre foi muito ocupado, meu pai então, tava pior que eu.
a UNICA forma que eu encontrei pra expor meus sentimentos, foi através da música. Foi quase que mágica, em 30 minutos eu escrevi toda a melodia e a letra, só veio, eu só escrevi, e gravei.
O Nome se chama Gérberas, isso porque era uma das flores preferidas da minha mãe, e eu tinha uma lembrança dela comentando disso comigo.
Enfim, a primeira versão, é essa aqui: https://www.youtube.com/watch?v=IYiUObpDPT8 Eu levei um tempo pra postar, porque não queria tornar isso público, mas aí uns amigos me convenceram, e por isso a diferença da data. Eu literalmente gravei após escrever, um único take, fiz o instrumental pelo GarageBand, num ipad antigo. Não me preocupei muito com masterização nem algo do tipo, até porque era algo que eu faria uma unica vez. Ou pelo menos, era isso que eu pensava
Ela tá no spotify, mas a versão que eu realmente gosto, e fiz recentemente é essa aqui: https://clyp.it/usegp3laxj0
Sim, a voz mudou muito, puberdade é isso rs
Certo, depois disso, fui escrevendo algumas músicas, entre agosto de 2017 e setembro de 2019. Após todo esse tempo, escrevi 8 canções totalmente originais. Na época, tinha um Galaxy S8, e foi com ele que gravei tudo, e usei o Ableton com um controlador midi pra fazer alguns instrumentos músicais.
Enfim, não vou explicar todas aqui, mas caso você queira saber de alguma em especifico, me chama na DM que eu te explico com todo o prazer =P. Mas resumidamente, eu falo sobre amor, amizades, música, etc, coisas mundanas. ALBUM ONE
SPOTIFY: https://open.spotify.com/album/1IT05UKupuosKHEaW2Ud62?si=BLYSRXgBRB2IE2sYdRcmcg YOUTUBE: https://youtu.be/k9ovReO6xjI Tbm tem em outras plataformas, só pesquisar lá "Felipe Latchuk"
TRABALHOS EM ANDAMENTO E MÚSICAS EXPERIMENTAIS
Certo, atualmente to trabalhando em um novo album, e numa música experimental.
Nesse album a ideia é ter músicas instrumentais e cantadas. A ideia (inicial pelo menos) é elas se comunicarem, se tornando algo que você pode ouvir do inicio até ao fim, como se fosse um "Long One". Sem muitos comentários sobre as músicas em sí, apenas que eu foquei mais no português, e eu acho elas mt melhores que o do primeiro album skdjsd
https://soundcloud.com/elipeatchuk/mix2
E Por último, uma música meio experimental que estou fazendo, que se chama "Garoto Relogio". Eu me dei a liberdade de pirar do jeito que eu queria. Ela ainda tá incompleta, fiz apenas 3 minutos, e minha intenção é que ela tenha 10 minutos ou mais. Fiz pra um amigo depressivo, com pensamentos suícidas. Ele ficou mt feliz e ajudou mt ele, então, eu dei uma pausa nela, mas pretendo voltar assim que der, tem potencial!
https://clyp.it/mfe5hnhs
eu tenho uns outros trabalhos, já tentei escrever 2 musicais (ambos parei por conta da faculdade e talz) e alguns covers meio meh skjjskd
Se quiserem, só pedir por DM tbm
Enfim gente, senti a necessidade de compartilhar meu trabalho, no spotify tudo n tem nem 200 views direito!
Obrigado por você que leu até aqui!
Um abraço =)
submitted by Felipeljj to Musicas [link] [comments]


2020.10.10 05:56 Felipeljj Experimentei compor músicas - 3 Anos depois, aqui está o resultado!

Opa, tudo bem? Bom, fica confortável aí que vou te levar pelo meu mundinho como compositor, compartilhar minha história e a minha música :P
Bom, eu me chamo Felipe Latchuk, tenho 19 anos, estudo engenharia e curto muito música. Tudo bem, até aí apenas mais um garoto normal. A Alguns anos, eu comecei uma experiência que me apaixonei, e hoje quero compartilhar o meu trabalho com vocês!
Eu desde pequeno fui introduzido à musicalização, e toco piano desde que me conheço como gente. Mas, esse lado de compositor eu descobri meio na marra, após uma situação um pouco delicada.
No inicio de 2016, minha mãe começou a sentir umas dores nas costas, e aí foi investigar e talz.. enfim: Um adenocarcinoma de pâncreas. Desde o diagnostico até a data de falecimento dela, se passaram apenas 2 meses. Na época, eu tinha 15 anos, ou seja, foi uma situação extremamente traumatica.
Todo ano eu me recordo do falecimento dela, no dia 28. Todos são dificeis, não tem como escapar, mas o dia 28 de junho de 2017, foi especialmente delicado pra mim. Eu passei por uma crise de ansiedade, chorei o dia inteiro, e não estava sabendo lidar com tantas emoções. Conversar não adiantava, meu irmão estuda medicina, sempre foi muito ocupado, meu pai então, tava pior que eu.
a UNICA forma que eu encontrei pra expor meus sentimentos, foi através da música. Foi quase que mágica, em 30 minutos eu escrevi toda a melodia e a letra, só veio, eu só escrevi, e gravei.
O Nome se chama Gérberas, isso porque era uma das flores preferidas da minha mãe, e eu tinha uma lembrança dela comentando disso comigo.
Enfim, a primeira versão, é essa aqui: https://www.youtube.com/watch?v=IYiUObpDPT8 Eu levei um tempo pra postar, porque não queria tornar isso público, mas aí uns amigos me convenceram, e por isso a diferença da data. Eu literalmente gravei após escrever, um único take, fiz o instrumental pelo GarageBand, num ipad antigo. Não me preocupei muito com masterização nem algo do tipo, até porque era algo que eu faria uma unica vez. Ou pelo menos, era isso que eu pensava
Ela tá no spotify, mas a versão que eu realmente gosto, e fiz recentemente é essa aqui: https://clyp.it/usegp3laxj0
Sim, a voz mudou muito, puberdade é isso rs
Certo, depois disso, fui escrevendo algumas músicas, entre agosto de 2017 e setembro de 2019. Após todo esse tempo, escrevi 8 canções totalmente originais. Na época, tinha um Galaxy S8, e foi com ele que gravei tudo, e usei o Ableton com um controlador midi pra fazer alguns instrumentos músicais.
Enfim, não vou explicar todas aqui, mas caso você queira saber de alguma em especifico, me chama na DM que eu te explico com todo o prazer =P. Mas resumidamente, eu falo sobre amor, amizades, música, etc, coisas mundanas. ALBUM ONE
SPOTIFY: https://open.spotify.com/album/1IT05UKupuosKHEaW2Ud62?si=BLYSRXgBRB2IE2sYdRcmcg YOUTUBE: https://youtu.be/k9ovReO6xjI Tbm tem em outras plataformas, só pesquisar lá "Felipe Latchuk"
TRABALHOS EM ANDAMENTO E MÚSICAS EXPERIMENTAIS
Certo, atualmente to trabalhando em um novo album, e numa música experimental.
Nesse album a ideia é ter músicas instrumentais e cantadas. A ideia (inicial pelo menos) é elas se comunicarem, se tornando algo que você pode ouvir do inicio até ao fim, como se fosse um "Long One". Sem muitos comentários sobre as músicas em sí, apenas que eu foquei mais no português, e eu acho elas mt melhores que o do primeiro album skdjsd
https://soundcloud.com/elipeatchuk/mix2
E Por último, uma música meio experimental que estou fazendo, que se chama "Garoto Relogio". Eu me dei a liberdade de pirar do jeito que eu queria. Ela ainda tá incompleta, fiz apenas 3 minutos, e minha intenção é que ela tenha 10 minutos ou mais. Fiz pra um amigo depressivo, com pensamentos suícidas. Ele ficou mt feliz e ajudou mt ele, então, eu dei uma pausa nela, mas pretendo voltar assim que der, tem potencial!
https://clyp.it/mfe5hnhs
eu tenho uns outros trabalhos, já tentei escrever 2 musicais (ambos parei por conta da faculdade e talz) e alguns covers meio meh skjjskd
Se quiserem, só pedir por DM tbm
Enfim gente, senti a necessidade de compartilhar meu trabalho, no spotify tudo n tem nem 200 views direito!
Obrigado por você que leu até aqui!
Um abraço =)
submitted by Felipeljj to brasil [link] [comments]


2020.10.10 05:33 Felipeljj Tentei compor músicas - 3 Anos depois, aqui tá o resultado!

Opa, tudo bem? Bom, fica confortável aí que vou te levar pelo meu mundinho como compositor, compartilhar minha história e a minha música :P
Bom, eu me chamo Felipe Latchuk, tenho 19 anos, estudo engenharia e curto muito música. Tudo bem, até aí apenas mais um garoto normal. A Alguns anos, eu comecei uma experiência que me apaixonei, e hoje quero compartilhar o meu trabalho com vocês!
Eu desde pequeno fui introduzido à musicalização, e toco piano desde que me conheço como gente. Mas, esse lado de compositor eu descobri meio na marra, após uma situação um pouco delicada.
No inicio de 2016, minha mãe começou a sentir umas dores nas costas, e aí foi investigar e talz.. enfim: Um adenocarcinoma de pâncreas. Desde o diagnostico até a data de falecimento dela, se passaram apenas 2 meses. Na época, eu tinha 15 anos, ou seja, foi uma situação extremamente traumatica.
Todo ano eu me recordo do falecimento dela, no dia 28. Todos são dificeis, não tem como escapar, mas o dia 28 de junho de 2017, foi especialmente delicado pra mim. Eu passei por uma crise de ansiedade, chorei o dia inteiro, e não estava sabendo lidar com tantas emoções. Conversar não adiantava, meu irmão estuda medicina, sempre foi muito ocupado, meu pai então, tava pior que eu.
a UNICA forma que eu encontrei pra expor meus sentimentos, foi através da música. Foi quase que mágica, em 30 minutos eu escrevi toda a melodia e a letra, só veio, eu só escrevi, e gravei.
O Nome se chama Gérberas, isso porque era uma das flores preferidas da minha mãe, e eu tinha uma lembrança dela comentando disso comigo.
Enfim, a primeira versão, é essa aqui: https://www.youtube.com/watch?v=IYiUObpDPT8 Eu levei um tempo pra postar, porque não queria tornar isso público, mas aí uns amigos me convenceram, e por isso a diferença da data. Eu literalmente gravei após escrever, um único take, fiz o instrumental pelo GarageBand, num ipad antigo. Não me preocupei muito com masterização nem algo do tipo, até porque era algo que eu faria uma unica vez. Ou pelo menos, era isso que eu pensava
Ela tá no spotify, mas a versão que eu realmente gosto, e fiz recentemente é essa aqui: https://clyp.it/usegp3laxj0
Sim, a voz mudou muito, puberdade é isso rs
Certo, depois disso, fui escrevendo algumas músicas, entre agosto de 2017 e setembro de 2019. Após todo esse tempo, escrevi 8 canções totalmente originais. Na época, tinha um Galaxy S8, e foi com ele que gravei tudo, e usei o Ableton com um controlador midi pra fazer alguns instrumentos músicais.
Enfim, não vou explicar todas aqui, mas caso você queira saber de alguma em especifico, me chama na DM que eu te explico com todo o prazer =P. Mas resumidamente, eu falo sobre amor, amizades, música, etc, coisas mundanas. ALBUM ONE
SPOTIFY: https://open.spotify.com/album/1IT05UKupuosKHEaW2Ud62?si=BLYSRXgBRB2IE2sYdRcmcg YOUTUBE: https://youtu.be/k9ovReO6xjI Tbm tem em outras plataformas, só pesquisar lá "Felipe Latchuk"
TRABALHOS EM ANDAMENTO E MÚSICAS EXPERIMENTAIS
Certo, atualmente to trabalhando em um novo album, e numa música experimental.
Nesse album a ideia é ter músicas instrumentais e cantadas. A ideia (inicial pelo menos) é elas se comunicarem, se tornando algo que você pode ouvir do inicio até ao fim, como se fosse um "Long One". Sem muitos comentários sobre as músicas em sí, apenas que eu foquei mais no português, e eu acho elas mt melhores que o do primeiro album skdjsd
https://soundcloud.com/elipeatchuk/mix2
E Por último, uma música meio experimental que estou fazendo, que se chama "Garoto Relogio". Eu me dei a liberdade de pirar do jeito que eu queria. Ela ainda tá incompleta, fiz apenas 3 minutos, e minha intenção é que ela tenha 10 minutos ou mais. Fiz pra um amigo depressivo, com pensamentos suícidas. Ele ficou mt feliz e ajudou mt ele, então, eu dei uma pausa nela, mas pretendo voltar assim que der, tem potencial!
https://clyp.it/mfe5hnhs
eu tenho uns outros trabalhos, já tentei escrever 2 musicais (ambos parei por conta da faculdade e talz) e alguns covers meio meh skjjskd
Se quiserem, só pedir por DM tbm

Enfim gente, senti a necessidade de compartilhar meu trabalho, no spotify tudo n tem nem 200 views direito!

Obrigado por você que leu até aqui!
Um abraço =)
submitted by Felipeljj to brasilivre [link] [comments]


2020.10.09 17:45 SonarProof Galera eu gostaria de um auxílio de vocês sobre processar a operadora Tim

Eu nunca fiz algo assim então não sei muito bem como funciona. Moro em Curitiba/PR.
Seguinte, a Tim em uma data aí desse ano me cobrou R$ 79,99 quando meu plano era R$ 64 e pouquinho. Não entendi, mas ok. Eu tava com essa fatura de R$ 79,99 atrasa e mais uma do mês que na época era o atual. No caso eu paguei a fatura com valor normal e pedi o cancelamento do plano pois não tava me atendendo.
Depois de pedir o cancelamento pelo telefone veio aquela porrada de promoção que fazem pra você ficar com eles. No meio disso a atendente falou algo como "Vi aqui no sistema que você tem uma fatura em aberta de R$ 79,99 e esse valor está errado, não é o valor do seu plano, certo? Eu consigo mudar esse valor pra R$ 64 pra você quitar essa fatura e ficar com a gente". Aí obviamente eu falei nem fodendo né, se tá errado a culpa não é minha e foda-se não vou pagar. Aí mudei pra Vivo que acho o sinal melhor aqui.
Só que agora estão me ligando em média (sem zoeira) 30-50 vezes ao dia, e isso está atrapalhando muito pois as vezes estou em reunião e fica tocando sem parar. Além disso ontem recebi no correio uma carta da Tim falando pra eu pagar os R$ 79,99 se não eles entrarão com medidas cabíveis ao ocorrido.
Queria saber a opinião de vocês, galera. Consigo fazer algo sobre? Sendo que me informaram que o valor estava errado, e que realmente esse não era o preço do meu plano. Além disso todas as ligações me complicando e a carta que mandaram.
Gostaria de manter essa thread como assunto sério se puderem, por gentileza :) Muito obrigado gente.
submitted by SonarProof to brasil [link] [comments]


2020.09.20 14:53 UninformedImmigrant U wot m8? Estórias de um gajo que se mudou para o UK [Capítulo 1: Mudanças e chegadas]

Olá amigos. No post anterior introduzi levemente o espírito desta série, e este é o primeiro capítulo "a sério" da série. Este capítulo versa sobre o processo de preparação para a mudança e o "primeiro embate" da chegada ao novo país; que assuntos tive que tratar imediatamente antes de me mudar, assim como assim que cheguei. Como tenho dito, esta experiência é pessoal, e é importante que entendam que não se aplicará certamente a todos. Riam-se, chorem, e deixem os vossos pensamentos na caixinha em baixo.
Ao longo do texto vão ver uns números entre parênteses rectos ([XXXX]). Isto são referências que estão por extenso perto do fim do post, na secção apropriadamente denominada "Referências".

Take-Aways Principais

Eu gosto de ter uns bullet points com as ideias principais que se devem reter de cada capítulo, uma espécie de "se não leres mais nada, lê isto" do capítulo. Os deste capítulo rezam assim:
Os detalhes estão no texto por aí abaixo.

A odisseia do trabalho científico em Portugal

Já alguma vez tiveram aquele sonho em que querem gritar e não conseguem? Aquela sensação quase infantil de impotência, do pavor da inacção e do pasmo em relação ao que quer que seja que se está a desenrolar à nossa frente? Ou aquele em que querem esmurrar alguém mas não acontece nada? A sensação de impotência é, pessoalmente, das piores que podemos ter; a de querermos fazer alguma coisa, acharmos que sabemos o que fazer e não conseguirmos.
Trabalhar no tecido académico e de micro-empresas português (vulgo technology transfer) é um bocadinho assim. Por mais que um gajo se esforce, é muito difícil escapar à subsidio-dependência, à chico-espertice, à mediocridade, à inexperiência, à falta de processo e, acima de tudo, à falta de recursos. Por bom que seja o sonho, por interessante que seja o projecto, por positivo que seja o ambiente de trabalho, por porreiros que sejam os colegas, há uma sensação latente de "isto não vai dar para construir uma carreira". Isto torna-se particularmente agudo quando se trabalha numa área de tecnologia de ponta, para a qual inevitavelmente o mercado português está pouco desenvolvido. Não havendo mercado, a empresa vira papa-projectos e passa a viver de fundos comunitários, QRENs, COMPETEs, H2020s e coisas que tal. O tempo que se devia gastar em desenvolvimento é gasto a tentar convencer revisores de projectos a darem-nos mais uma esmola, e todos os projectos são uma corrida ao fundo: como é que conseguimos fazer esta omelete bonita com muito poucos ovos? Será que precisamos mesmo de duas pessoas para fazer isto, não dará só uma? Certamente o equipamento X também dá para este projecto.
Um aspecto particularmente doloroso neste ambiente é a altíssima rotatividade dos colegas. Quando se trabalha nestas condições tende-se a depender de recursos precários: bolseiros de investigação, estágios IEFP, estágios profissionais, estágios académicos, e por aí fora. Isto torna imediatamente impossível treinar alguém para fazer alguma coisa de jeito, e dei por mim a ensinar 3 ou 4 pessoas a fazer a mesma coisa em ocasiões diferentes ao longo dos anos. Nunca ninguém fica e toda a gente parte para outra, seja porque a empresa não lhes pode pagar, ou porque são incompetentes demais para nos darmos ao trabalho de lhes tentar arranjar financiamento. As caras e os nomes confundem-se numa espécie de groundhog day tecnológico em que cada ano que passa temos as mesmas conversas. Um tipo que vá ficando, ora porque é bom ou porque é teimoso, vai dando por si a avançar na idade ao mesmo tempo que os colegas não. A certo ponto, todos os meus colegas eram pelo menos uns 4 ou 5 anos mais novos que eu; ora se até eu quase nem tinha barba (hipérbole), então eles estavam mais verdes que as bananas da Costa Rica quando chegam ao Continente.
Quando me perguntam porque é que os portugueses têm tendência a se dar bem lá fora, aponto-os sempre para as condições em que somos habituados a fazer trabalho world-class. As publicações a que submetemos artigos não querem saber das nossas dificuldades; querem papers de qualidade. As agências de financiamento não querem saber de rotatividade, querem saber de know-how, track record e orçamentos. O trabalho que temos que entregar para sobreviver tem que ser de topo, ao mesmo tempo que as condições são de fundo. Pega-se num tipo habituado a isto, senta-lo numa cadeira de 300€, dá-se-lhe 3 monitores e um portátil que dava para comprar um carro, e é natural que o desempenho seja incrível.
Eu não me considero um perfeccionista (e acho que quem se considera perfeccionista pensa demais de si próprio) mas procuro estar numa constante curva ascendente no que toca à qualidade do meu trabalho. Umas vezes a curva é mais inclinada, outras vezes é menos inclinada, mas a cada dia estar um bocadinho melhor que no dia anterior. Aliás, quem me conhece sabe que esse é um traço que aplico em quase tudo: no trabalho, na vida, no desporto, etc. Antes de me mudar sentia que tinha batido no tecto da qualidade do que podia entregar. O meu esforço era máximo e o factor limitador da qualidade da entrega era a forma como o trabalho que eu tinha para fazer era entregue. Não havia tempo suficiente para inovação, era preciso planear de forma irrealista (e entregar de forma irrealista) para se conseguir fazer o malabarismo de todos os projectos. A constante mudança de contexto comia horas todos os dias.
A ética de trabalho portuguesa é, geralmente, horrível. Se eu trabalhei as minhas 8h, entreguei o que tinha para entregar e não tenho horário de trabalho, então vou sair às 16h. Ou chegar às 10h. Geralmente, fazer menos que 9-19 é mal visto, e eu fui sempre muito vocal (se calhar de forma prejudicial para mim próprio) acerca do quão estúpido isso me parece. Cheguei a ouvir algo semelhante a "tu és daqueles gajos que vão de férias desaparecem do mapa". Não é esse o objectivo das férias?

Um dia destes decidi mudar-me para o UK

Então um dia desatei a mandar CVs por esse mundo fora, a ver o que colava. Inevitavelmente, apareceram-me várias ofertas interessantes, a melhor das quais no UK. Contas feitas, a oferta praticamente multiplicou o meu salário bruto por 5 (talvez um bocadinho mais), empurrando-me de um salário mediano em Portugal para um salário bastante acima da média no UK. Esta é daquelas particularidades a que me refiro quando digo que a minha experiência é extremamente pessoal: eu tive a sorte de gostar e ter talento para trabalhar nesta área, e a dupla sorte de ser uma área em que simultaneamente há muita oferta e pouca procura de trabalho. Meio ao calhas cultivei um skillset muito valioso, ou que consegui vender bem. Infelizmente, para manter esta conta dissociada da minha identidade não vos posso especificar qual é; somos poucos, tornava-se muito fácil encontrar-me pelas publicações.
Curiosamente, está agora (à data da escrita) a fazer um ano que me decidi mudar. Nessa altura, a maior preocupação de quem se mudava para o UK era o Brexit, mas houve uma série de factores que me acalmaram:
Acerca deste último: ser estrangeiro no UK ou ser em qualquer outra parte é, para mim, semelhante. Então, se o Brexit por alguma razão resultasse numa perseguição aos estrangeiros, ou numa forte desvalorização da libra, etc, a minha situação ainda assim seria melhor que antes. Teria um CV mais rico, experiência adicional na indústria, e dinheiro no banco, tudo factores que facilitariam a mudança para um país terceiro.
Portanto com os factores políticos resolvidos por ora, e com a família a apoiar, lá me decidi.
Lá vim eu.

Preparação

A preparação para a mudança dividiu-se em:
Para benefício máximo meu e das duas empresas envolvidas, decidi reservar apenas umas 3 semanas sem trabalhar para tratar de tudo. Arrependi-me profundamente: devia ter fodido uma das empresas (a velha, potencialmente) e tido mais tempo para mim e para os meus. Naturalmente, houve muito que pude fazer enquanto trabalhava, como tratar da documentação. A logística foi um pesadelo; tive que esvaziar o apartamento em 2 dias e encontrar forma de arrumar tudo o que tinha na minha casa de família. Uma boa parte ficou por fazer pois queria passar tempo com a família em vez de arrumar merda. Tive que denunciar o contrato de arrendamento, da energia, da água e das telecomunicações. Obviamente, a Vodafone foi a mais merdosa no meio disto tudo, primeiro porque queriam que pagasse a fidelização (tive que demonstrar que vinha para o estrangeiro), e depois porque queriam cobrar o equipamento apesar de o ter entregue a horas e em boas condições. Típica escumalhice de telecom portuguesa, nada de novo.
A preparação legal foi mais cuidada. Para referência, a documentação que preparei foi:
Também nomeei (por procuração) um representante legal em Portugal. Inicialmente pareceu-me overkill, e apenas o recomendaria se tiverem alguém que seja de muita, muita confiança. Mas para mim tem sido muito útil, pois essa pessoa pode-me substituir em qualquer todos os compromissos, requerer a emissão de documentação em meu nome, transaccionar os meus bens (tipo vender o carro velho) e negociar em meu nome com as telecoms quando se armam em parvas (ver Vodafone acima). A pessoa que ficou com esta responsabilidade é da minha absoluta confiança, mas mesmo assim é um compromisso que deve ser mantido debaixo de olho e apenas pelo tempo necessário.
Às tantas perguntei-me "sua besta, já pensaste em quanto dinheiro vais gastar?" Bom, através de uma combinação de salário baixo e escolhas financeiras pouco saudáveis (que reconheço mas não quero detalhar), as minhas poupanças resumiam-se a uns míseros 2000€. Amigos, 2000€ não é dinheiro nenhum. Precisava de mais. Pelas minhas contas, e porque não vinha sozinho, precisaria de cerca de 15000€ para fazer isto com algum descanso, ainda que não conforto.
Lembram-se de quando tivemos uma crise "once in a lifetime" em 2008? Aquela da qual vamos ter saudades agora em 2021? Essa mesmo. Uma consequência engraçada dessa crise foi que as pessoas se habituaram a fazer crédito ao consumo, e os bancos habituaram-se a emprestar dinheiro como quem dá cá aquela palha, já que o Estado depois os resgata e ninguém vai preso. Como sempre trabalhei, paguei os meus impostos e nunca tive dívidas, pude pedir um crédito pessoal para pagar a mudança inicial. 15k no banco, check.
Obviamente não o gastei todo, e a empresa para onde fui trabalhar devolveu-me uma esmagadora parte do que gastei através de um fundo de "relocation expenses". A empresa pagou (mas eu tive que adiantar):
Em cima disso, paguei eu:
Admito que fiz algumas escolhas controversas, e houve muito dinheiro perdido em conversão de moeda. Podia ter ficado fora da cidade enquanto procurava apartamento, podia ter comprado mobília mais barata, podia ter dormido no chão, podia ter comprado malas mais baratas, podia ter andado de comboio em vez de alugar carros quando precisei. Mudei-me de uma forma que considero "medianamente confortável": não o fiz luxuosamente, mas dei-me ao luxo de trazer a Maria, de não ter que partilhar casa e de evitar largamente transportes públicos. Com o dinheiro que a empresa me devolveu constituí um fundo de emergência. Não liquidei logo a dívida porque entendo que é mais importante ter um fundo de emergência do que estar debt-free (mais sobre isso daqui a um post ou dois).
São escolhas. Emigrar é caro, amigos. Conheço quem o tenha feito com 200€ no bolso, mas não é confortável e não quero isso para mim.
Praticamente foi tudo pago através do Revolut. Criei uma conta pouco antes de vir, comprei o premium para não ter limites de conversões, e usei. Inclusivamente recebi lá o primeiro salário enquanto não criei a conta no banco.
A preparação emocional foi a menos complicada. O meu núcleo duro é relativamente pequeno, e toda a gente estava preparada há muito tempo para que eu "fugisse"; era conhecido praticamente desde que tinha começado o PhD que a minha área não era viável em Portugal, e que estava revoltado com a ética de trabalho merdosa. Naturalmente a minha mãe não gostou da ideia, mas são coisas da vida. Ainda assim, um conselho: não se armem em fortes e não descuidem a preparação psicológica/emocional que é necessária para este tipo de viagem. Eu sei que pessoas diferentes têm níveis de resiliência diferentes, mas o português tem muito a mania de achar que é o maior; cuidado com isso. Além disso, não deixem que estas preparações vos tomem todo o tempo que têm; guardem tempo para estar com a família, para lazer, e para descansar. Eu deixei-me consumir um pouco e não foi bom.

Como não ser sem-abrigo

Aterrei em meados de Setembro num dia nublado com duas malas de 30kg, uma mochila para mim e outra para a Maria, e a convicta certeza de que me estava a foder. Tinha cerca de 2.5 semanas até começar a trabalhar, e até lá a missão era só uma: encontrar um apartamento. Há muito para dizer acerca da habitação no UK, vou escrever um post só para isso e por isso aqui vou focar apenas na experiência do recém-chegado.
Eu decidi que não estava disposto a arrendar pelo privado; iria sempre através de uma agência imobiliária. Como não tinha tanta familiaridade com o mercado nem com a legislação, achei que seria mais seguro ir por essa via mais cara e minimizar a possibilidade de ser ludibriado. Recomendo vivamente. Então comecei a encetar contactos por telefone para marcar visitas a apartamentos.
E aí bateu-me.
Eu não conseguia perceber nada do que estes caralhos diziam ao telefone. NADA. "Ahka hrask apfiasdafsd duja sudn" diziam eles, e eu "sorry, I have a really bad connection, could you repeat that?" e eles lá repetiam mais calmamente "G'mornin, how can I help you today?". Muita vez disse eu que tinha pouca rede, a ver se eles abrandavam um bocadinho. E funciona! Top tip: se estiverem a tentar perceber o que eles dizem por telefone, queixem-se da ligação; o serviço móvel no UK é tão mau que eles vão na conversa.
Agora, eu sei falar inglês, ok? Naveguei perfeitamente bem as entrevistas, tenho dúzias de publicações em inglês "impecável", e trabalho em inglês há anos e anos. O problema é o seguinte: falar inglês enquanto se trabalha e escrever coisas em inglês são ambos experiências muito diferentes da de tentar falar com um nativo com sotaque, que assume maneirismos e expressões que não conhecemos, sobre locais que não conhecemos e dentro de um sistema (de arrendamento) que não conhecemos, tudo isto por telefone e sem poder ler nos lábios nem ler expressões corporais.
Com algum desenrascanço tipicamente português fui enchendo os dias de visitas a apartamentos na zona. Num dos dias aluguei um carro para ir ver apartamentos numa cidade vizinha (onde até acabei por ficar), algo que recomendo vivamente. Durante essas semanas vimos facilmente uns 25 apartamentos, talvez mais. As primeiras impressões foram:
(Um aparte acerca da alcatifa: se tiverem uma casa toda alcatifada comprem um robot aspirador de qualidade e aspirem todos os dias, até mais do que uma vez. A vossa qualidade de vida vai aumentar 1000 vezes.)
Escolhido o apartamento, fizemos uma oferta/candidatura. Oferecemos o valor que o senhorio pedia e, já tendo falado com muitos agentes, ofereci-me para pagar o contrato inteiro de 6 meses no dia da entrada. O que se seguiu foi um processo que, para mim, era completamente estrangeiro: o de "referencing" do potencial arrendatário. Pediram-me as moradas anteriores até 3 anos e os contactos dos senhorios, assim como a minha morada de família permanente e (muitos) dados pessoais. Essa informação foi usada para verificar que eu não era um impostor, e para verificar que tinha o hábito de pagar a renda. Ligaram para a minha antiga senhoria portuguesa, uma senhora de 82 anos, a perguntar se eu pagava a renda. Por mero acaso ela fala inglês (foi investigadora) e soube-lhes dar resposta, mas achei a atitude absolutamente desnecessária. Lembro-me de me sentir ofendido; "mas estes filhos da puta acham que pagar 6 meses à cabeça não chega?"
Seguiu-se um contrato de arrendamento para uma Assured Shorthold Tenancy [1], que é a modalidade "normal" de arrendamento para habitação por aqui. O agente imobiliário tratou de toda a papelada, mas eu tirei um dia para ler todo o contrato e verificar se batia certo com o que conhecia da lei daqui, o que recomendo vivamente. Atenção que a partir de meados de 2019 as taxas cobradas pelos agentes imobiliários passaram a ser limitadas por lei [2], por isso se vos pedirem alguma taxa administrativa mandem-nos sugar no pénis mais próximo. Na altura disseram-me que o normal, antes dessa mudança, seria o arrendatário pagar uma taxa de 700 libras à imobiliária pelo serviço. Era matá-los.
Assinado o contrato, ficou fixada uma data para entrada no apartamento. O valor a pagar é esperado nesta altura, no momento imediatamente precedente à entrega das chaves, o que significa que é preciso ter esse dinheiro disponível num cartão aceite pela imobiliária. Obviamente que é possível pagar por transferência, mas isso pode atrasar a data de entrada, e eu estava a pagar hotel por isso tinha interesse em me despachar.
Este processo foi, para mim, extremamente stressante. Até ao momento em que temos a chave na mão, o nível de incerteza é altíssimo: vou precisar de estender a estadia no hotel? Vou ter dinheiro que chegue caso o senhorio recuse o arrendamento? Será que vou ter que procurar noutra zona? Será que vou conseguir fazer isso enquanto trabalho? Para mim, encontrar a primeira casa foi facilmente a parte enervante da mudança. Agora já tenho uma posição muito mais sólida: conheço a zona, conheço o mercado, tenho um pé de meia e transporte próprio. O início custa muito mais.

Burocracias adicionais a tratar no início

Além da casa, que era a minha primeira preocupação, há um outro conjunto de coisas que têm que ser tratadas quanto antes:

Referências

[1] https://england.shelter.org.uk/housing_advice/private_renting/assured_shorthold_tenancies_with_private_landlords [2] https://www.gov.uk/government/collections/tenant-fees-act [3] https://www.gov.uk/council-tax [4] https://www.gov.uk/tax-codes [5] https://www.gov.uk/income-tax/how-you-pay-income-tax

Capítulos Anteriores

O próximo capítulo deve ser mais sobre habitação ou sobre compramanter carro e conduzir. Depende de qual o capítulo que acabar por ficar pronto mais cedo. Às tantas calha ser outro qualquer ¯\_(ツ)_/¯
Se este post gerar uma resposta tão forte como os outros, é possível que eu não consiga responder a todos os comments. Se for esse o caso, peço desculpa; vou dar o meu melhor.
No outro post alguém (um mod?) colocou o flair "Conteúdo Original". Não encontrei esse por isso pus "discussão".
Abraços, e obrigado por virem à minha TED talk.
submitted by UninformedImmigrant to portugal [link] [comments]


2020.09.19 22:57 bernaferrari Minha lista de motivos contra o Banco Inter

Disclaimer: esse são os motivos que me levaram a odiar o Inter, colocar o cartão na gaveta e espero nunca mais usa-los. Vai ter gente falando "eu sou feliz" ou "nunca aconteceu comigo", tudo bem.. Tem gente que paga TED ainda e é feliz, cada um é cada um. Dito isso, aqui vão os MEUS MOTIVOS:
  1. Atendimento não existe. NON EXCISTE. DOES NOT EXIST.
  2. Histórico de transações é atrelado ao cartão; trocou de cartão, perdeu o histórico (e também coisas como antecipar fatura, que só podem ser feitas a partir do 2o mês).
  3. Não tem rendimento automático e a parte de investimentos é ruim e confusa (por exemplo, o fundo deles selic é D+0 até 13:30, depois disso é D+1. Do Neon você consegue o dinheiro na hora).
  4. Interface do cartão é suuuper confusa. Você não sabe quanto você já gastou nem quanto ainda pode gastar.. e se for final da fatura/começo de outra, fica ainda mais confuso. E vi gente reclamando no Facebook, se você tem compra parcelada fica ultra confuso.
  5. Até janeiro, cada vez que você reiniciava o Android, o app do Inter se abria sozinho. Parece SPAM. Não conseguiram ter o "guardião" pro PC igual os outros bancos, mas tentaram competir em chatice.
  6. Meu pai fez seguro com eles e não foi ativado porque perderam o papel e não falaram nada. Umas duas semanas depois, meu pai viu que não aparecia no app, entrou em contato, pediram uns dias, passou uma semana, encontraram o papel e o seguro foi efetivado. Muito profissionais.
  7. App não sabe diferença entre dólar pra outras moedas. Fiz compra em 1200kc que seria equivalente a ~300 reais, recebi notificação que tinha gasto 1200 dólares. Notificação essa, aliás, que parece que foi feita nas coxas. Horrível.
  8. Não conseguem cumprir com determinação do banco central. Na data limite pros bancos enviarem o informe de IR, entrei em contato, disseram "até tal data estará disponível". Mas o limite é hoje!!! "sim, mas até tal data estará disponível". What!?!?! --- E aí quando finalmente conseguiram fazer, tinha que acessar pelo site que é UM COMPLETO LIXO. Inclusive, estava dando erro pro meu pai, teve que entrar em contato e resolveram. No Neon é só entrar no app e apertar um botão. Nubank/Easynvest/Warren/etc mandam pra todo mundo sem pedir.
  9. Eles juram que não cobram spread em remessas internacionais, porém o dólar deles é 2% menor que o dos outros. Coincidência, né?
  10. Eles ficam se idolatrando nas redes sociais como se fosse o melhor banco do mundo. Neon não é ótimo mas pelo menos se conhecem e não te ilude ou engana. Já tive alguns problemas bizarros no Neon, mas sempre resolveram.
  11. Já aconteceu de eu ter que ficar DUAS SEMANAAAAASSSS SEM PODER ACESSAR MINHA CONTA por causa de erro deles. Você conseguiria ficar duas semanas sem acessar sua conta? Se sim, fique a vontade pra ser cliente deles.
  12. Tá cheio de gente com outros problemas, como banco caindo, esses dias até a operadora de celular deles caiu (só pesquisar). E agora tem gente reclamando que prometeram algumas promoções na operadora e não estão cumprindo.
  13. Nome do banco é inter (sim, eu sei que veio de intermedium) mas cartão não funciona fora do Brasil, dá default pra débito (e a maioria das maquinas não têm opção de mudar pra crédito, é automático, especialmente quando é contactless). Ou seja, NINGUÉM NUNCA TESTOU O BANCO INTER FORA DO BRASIL. Entrei em contato, maior lixo, não resolveu nada. Usei Nubank o resto da viagem pagando mais mas por um serviço que funciona.
  14. Quando estava em Barcelona, fui fazer uma compra online e entrou em um site especial do MasterCard para confirmar a compra. Banco Inter mandou SMS pra confirmar a compra (depois entrei em contato e sim, não há outra forma). Como eu estava fora do Brasil, eu não estava com meu chip pra receber SMS. Tentei o Nubank, foi só "toque ok no app", e funcionou.
A única coisa boa no Inter, que me levou a criar conta com eles, foi o 1% que cobram de spread em compras internacionais (contra 4% do Nubank). Só que a porcaria do cartão não funciona. E o banco é uma porcaria. Quando retornei de viagem, abri conta no Woop do Sicredi que também cobra 1%.
Meu conselho:
Se você é PJ, vá de Cora ou Conta Simples. Os dois possuem atendimento excepecional.
Se você é PF, Nubank > Woop (compra internacional) / Neon (nacional).
submitted by bernaferrari to investimentos [link] [comments]


2020.09.19 21:37 niallwhore Meu ex namorado estragou tudo e esse foi o maior favor que ele já me fez!

Segura que lá vem o textão com meu relato e uma mensagenzinha motivacional pra quem ta sofrendo por quem não te merece. :}
Esse ano eu conheci um rapaz por quem me apaixonei muito. A gente namorou por 5 meses e tivemos um relacionamento extremamente abusivo: ele me acusava constantemente de traição, não queria passar os finais de semana comigo, me agredia verbalmente, era obcecado com instagram e vivia brigando comigo por coisas fúteis relacionadas a redes sociais, não deixava eu ter amigos, não me avisava com antecedência quando ele ia sair pra visitar a amiga dele, sempre brigava comigo, ficava bravo quando eu comprava coisas pra mim, colocava palavras na minha boca, não confiava em mim nunca, ficou do lado do cara que me abusou psicologica e fisicamente - ao invés de acreditar em mim, ele ficava jogando essa história na minha cara como se eu tivesse culpa, além de tudo ele tinha CIÚMES do cara que me abusou. Enfim, comi o pão que o diabo amassou.
Foram 5 meses levando porrada, até que um dia ele desistiu de mim e terminou comigo. A justificativa dele era que eu ficaria melhor sem ele - ao invés de tentar trabalhar as coisas que estavam ruins, ele decidiu fugir. Ele terminou comigo umas 10 vezes enquanto a gente namorava e depois voltava atrás, mas essa última vez eu fui forte, peguei as palavras dele, aceitei o término e não voltei atrás.
Lidar com esse término tem sido extremamente difícil, porque eu ainda o amo demais, eu sinto falta dele todos os dias. Porém, desde que ele terminou comigo eu me apeguei aos meus amigos que se importam comigo, me reaproximei dessas pessoas e aprendi a ser um bom amigo novamente e estar ali pra eles.
Perder o direito de ter amigos quando eu namorei me fez valorizar muito mais as minhas amizades. É muito ruim e assustador não ter ninguém.
Estou passando por maus bocados, mas eu fico muito feliz de ver que não estou sozinho, sabe? De ter meus amigos e minha mãe me apoiando e me fazendo sentir como uma pessoa boa novamente (porque quando eu namorava ele fazia acusações tão graves sobre mim que saí me sentindo o pior monstro do mundo).
É bom demais desabafar com as pessoas próximas e não ouvir como resposta um “fica tranquilo que vai dar tudo certo” ou não me culparem por estar me sentindo mal e brigarem comigo igual meu ex fazia.
Eu estou podendo jogar videogame de novo, e não fico mais triste de passar os domingos sozinho, porque afinal eu estou solteiro, e ta tudo bem. Além de tudo, todo o espaço vazio que o fim do relacionamento deixou, eu estou usando para desenvolver projetos pessoais e profissionais, inclusive tenho uma amiga que ta me apoiando e me inspirando muito a explorar cada vez mais os meus potenciais.
Meu ex se arrependeu muito de ter terminado comigo e deixou claro várias vezes que faria de tudo pra me recuperar. Ele me disse que mudou, que se voltássemos a namorar tudo seria diferente, etc. Por mais atrativo que isso fosse, porque eu ainda o amava (e ainda o amo), eu fui forte e sempre tentava lembrar de tudo que eu fui forçado a deixar de lado porque ele mandou. Sem contar que o fato de ele ter me culpabilizado e me feito lembrar tantas vezes do abuso que sofri foi algo que eu não consegui perdoar.
Enfim, as semanas foram passando e depois de tantos surtos, indiretas injustas sobre mim que ele ficava postando nas redes sociais, entre outras coisas como o fato de ele ter ido brigar com uma amiga minha porque ela deu unfollow nele no instagram e de ele ter seguido um conhecido meu e dado block nele em sequência, as coisas foram acalmando um pouco. Ele parecia realmente estar mudando, e obvio que isso mexeu com meu coraçãozin de gado.
Embora não tivesse sido o bastante pra eu voltar pra ele, foi algo que me fez não querer afastar e tirar ele da minha vida. Eu deixei uma janelinha aberta pra ele entrar, caso se comportasse. E depois de vários dias que a gente estava se dando bem, eu decidi que iria acompanhar ele em um exame que ele ia fazer e ele falou que queria que eu fosse junto.
Eu fui acompanhá-lo e na hora de ir embora, ele disse que queria voltar pra mim e tal. Então eu conversei com ele durante horas com a maior honestidade sobre tudo que eu tava sentindo, e eu concluí a conversa dizendo a ele que se eu realmente sou o amor da vida dele e se ele realmente estivesse mudando, o tempo eventualmente iria mostrar e a gente iria acabar ficando juntos se fosse para ser. Ele disse que estava disposto a deixar o tempo mostrar que ele estava falando a verdade, então embora a gente não tenha decidido se afastar de vez nem voltar, a possibilidade tava ali no ar caso ele quisesse agarrar.
A conversa foi na quarta-feira. Quinta-feira eu segui no instagram um amigo de longa data com quem eu havia perdido contato. Em um plot twist bizarro, meu ex uma duas horas depois desse follow veio querer tirar satisfação comigo referente a este amigo que eu segui. Sendo que a gente tinha conversado sobre como esse tipo de comportamento dele era nocivo um dia antes.
Mano, eu fiquei puto com ele e me permiti surtar e falar o quanto que ele foi invasivo e o quanto essa situação foi fodida. Eu fiquei tão irritado com o que ele fez que não queria mais falar com ele. Ele me ligou algumas vezes durante a madrugada e mandou inúmeras mensagens implorando pelo perdão. Mas eu precisava ficar sozinho pra processar tudo aquilo.
É, galera, quando a gente ta apaixonado a gente é trouxa o bastante pra se decepcionar com a pessoa mesmo ela ja tendo vacilado com você inúmeras vezes antes.
Beleza né, no dia seguinte descubro que ele seguiu outro amigo meu com quem não tenho mais contato no instagram (e meu ex morria de ciúmes desse menino, porque nós já fomos muito próximos como amigos e tinha algumas fotos com ele no meu instagram). Além de ele ter dado follow no menino, eles trocaram vários likes em fotos. Eu vi aquilo e decidi que iria retirar meu ex das minhas redes sociais, eu chorei muito muito mesmo, mas beleza.
Menos de uma hora depois meu ex começou a me ligar de novo e implorar pra eu conversar com ele, porque ele não iria aguentar me perder e que precisava de mim. Eu primeiro tive que mandar uma foto minha chorando pra ver se ele acordava pra vida de que ele foi longe demais e depois fui bem grosseiro ao pedir para ele me deixar quieto. Ele disse que iria me deixar quieto, mas implorou pra eu não sumir de vez e encerrou com um “te amo, até”.
Depois dessa conversa fui conversar com esse meu amigo que ele seguiu no instagram, e o meu amigo disse que tinha conversado com meu ex pra tirar essa história a limpo (pra ver se ele ainda tava namorando comigo e tals) e meu amigo falou que meu ex disse que já tínhamos terminado e ele não queria mais ter nada a ver comigo. Além disso, meu ex falou sobre mim com deboche pra ele, como se o relacionamento tivesse dado errado e acabado por minha culpa.
Bom, gente, eu tinha tudo pra ficar arrasado com isso tudo, porque uns minutos antes o menino tava implorando por mim enquanto ele dava em cima de alguém que eu conheço e já fez parte da minha vida. Ele me acusou de traição durante 5 meses, e quem se provou um grande mentiroso e um traidor do mais baixo nível foi ele. Ontem eu finalmente entendi que ele tentava constantemente me diminuir e dizer que eu sou péssima pessoa, porque na verdade era ele quem fazia tudo isso e ele só estava projetando essas coisas em mim.
No final das contas, embora eu esteja muito triste, eu estou muito grato por ele ter estragado tudo e ter mostrado quem ele realmente é. Imaginem que merda se eu tivesse acreditado nele e voltado pra ele? Fico imaginando quantos chifres que eu levei durante esse relacionamento e fico muito feliz que todo esse abuso acabou.
Eu não estou contente, mas eu estou extremamente satisfeito que estou aprendendo a viver minha vida sem ele e me recuperando de um monte de merdas que aconteceram na minha vida (até antes mesmo de eu ter conhecido ele) ao lado dos amigos que se importam comigo e da minha família. Estou extremamente carente, mas eu nunca vou me submeter a voltar com alguém que me traiu dessa forma e ter esse conhecimento é tudo de bom, é libertador saber que quem mais apontou pra mim é a pessoa que mais fez as cagadas que falava que eu fazia.
Tudo isso pra eu dizer, meus amigos, que tudo bem sofrer por amor. Sua vida vale muito mais que um relacionamento abusivo ou alguém que te ilude. Se você ta malzão ou malzona porque seu amor te maltrata, te humilha, trai ou mente pra você, aprenda a se amar em primeiro lugar porque você tem potencial de fazer coisas incríveis! Onde há vida, há potencial.
Se você ta se sentindo sozinho se apegue aos seus amigos, se não tem amigos se apegue a sua família. Vai conhecer gente nova, às vezes perder uma pessoa nos faz sentir que estamos perdendo o nosso mundo, mas nós ainda teremos um universo inteiro para explorar.
submitted by niallwhore to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 14:34 UninformedImmigrant U wot m8? Estórias de um gajo que se mudou para o UK [Capítulo 0: Introdução]

Post anterior: https://www.reddit.com/portugal/comments/itrx1l/estou_a_pensar_escrever_uma_s%C3%A9rie_de_textos_sobre/
Olá amigos.
Perguntei-vos se estariam interessados numa série de posts acerca da minha experiência enquanto emigrante no UK. A resposta pareceu positiva, por isso vou começar a publicar o que vou escrevendo. Este primeiro post serve de introdução para ditar o mote dos restantes; aproveito para deixar aqui uma série de notas que depois escuso de repetir nos seguintes.

Que merda é esta?

Há-de ser um relato mais ou menos organizado da minha vivência como emigrante, escritos de forma predominantemente episódica. Cada capítulo pretenderá abordar um tema diferente que, na minha opinião, poderá afectar outras pessoas na mesma situação que eu. Basicamente, cada capítulo relatará grosso modo uma situação que me fez pensar "puta que pariu, porque é que não me disseram isto antes?"
Mais concretamente, quero:
Antes de começarmos, algumas coisas importantes de referir:

O que é que vem a seguir?

Este post é uma introdução muito básica ao "projecto" que estou a começar. Neste momento tenho esta introdução escrita, e mais alguns capítulos pensados e alinhavados. Para já, tenho alguns temas principais acerca dos quais gostaria de (ou comecei a) escrever:
Não os vou escrever por ordem, garantidamente. Sintam-se à vontade para sugerir tópicos, já acrescentei um ou outro de comments no outro post. Vou tentar manter os posts ligados uns com os outros com um índice ali no topo.

Quem és tu, e porque é que hei-de querer saber disto?

Por razão nenhuma. Lê este; se gostares, provavelmente vais gostar do resto. Se achaste que é só um gajo a dissertar sobre temas da vida, então acertaste na mouche. Se não gostas de gajos a dissertar sobre temas da vida, talvez não gostes disto.
Eu sou um gajo qualquer, suspeito que parecido com muitos vós: casa dos 30, carreira em tecnologia, mania que é esperto, emigrado recente. Acho que a minha experiência enquanto emigrante é deprimentemente mediana, e é aí que vejo o valor deste esforço. Entre decidir que queria vir e o dia de hoje, passei por uma série de situações que suspeito que muitos outros também atravessaram, e para as quais gostaria de ter tido aviso. Alguns exemplos de que me lembro de repente:
Eu também não sabia de nenhuma destas (e outras coisas), e às vezes saiu-me do bolso não saber disso.
A minha experiência provavelmente foge da média em alguns aspectos cruciais: não vivo nem trabalho numa cidade, vim já com um contrato de trabalho permanente assinado, e por aí fora. Escrever sobre alguns desses aspectos talvez passe a ser mais um exercício de memória pessoal que outra coisa, ou talvez as minhas peripécias pessoas ressoem com alguém, logo vemos.

Motivação

Um bocadinho do que está por trás das razões que me trouxeram para aqui:

Porquê NÃO emigrar?

Quando fui entrevistado para a posição em que estou agora, o entrevistador final (depois de umas 5 entrevistas para a mesma posição) perguntou-me: "estás nessa empresa há coisa de um ano, porque é que te queres mudar?". A minha resposta foi simples: não quero.
Em Portugal a vida tem uma leveza que não consigo encontrar em mais lado nenhum. Ganha-se pouco, é certo, e as oportunidades são muito limitadas, mas:
e por aí fora. A minha vida em Portugal era de uma tranquilidade incrível. O trabalho era especializado e pouco exigente, trabalhava com amigos de longa data na minha área de formação (que adoro). A minha rotina estava extremamente solidificada, vivia numa cidade que adoro (ah Coimbra!), conseguia-me facilmente sustentar, vivia numa casa boa numa zona boa. Visto de fora, tudo estava OK. A opção fácil teria sido deixar-me ficar; tinha facilmente emprego para a vida e poucas chatices.
Ainda assim...

Porquê emigrar?

Há uma certa insatisfação que vem com o saber que chegaste ao topo muito cedo, e que o topo não é tão alto como querias. Eu sou extremamente ambicioso, não do ponto de vista materialista e egoísta, mas mais numa eterna ânsia de ser melhor no que faço. Eu tive a espectacular sorte de escolher uma profissão pela qual me apaixonei, e de ter conseguido sempre trabalhar nela estes anos todos. O meu trabalho foi aparentemente tendo qualidade, e fui indo por aí acima. Um mestrado vira doutoramento, que vira bolsas, que vira escrita de projectos, que vira posições em empresas, que vira posições séniores.
No entanto, há um tecto máximo para o que se pode fazer em Portugal na minha área: o mercado é dominado por empresas muito pequeninas, altamente subsidiodependentes, e nas quais honestamente não vejo futuro. Eu não quero passar o resto da minha vida profissional a trabalhar num "one-man army", eternamente a desenvolver soluções que nunca vão vingar porque, convenhamos, há limites para o que uma equipa pequena consegue fazer. É extremamente descolhoante ver o nosso trabalho, que toda a gente diz que é muito bom, ficar perpetuamente atrás por falta de recursos, ou manpower, ou investimento, ou o que lhe quisermos chamar. Dei por mim a tornar-me uma pessoa frustrada, daquelas que vêm as notícias e dizem mal de tudo, mesmo do bom; pequenino e sempre zangado. Decidi procurar outras coisas.
Mudei-me para o UK com contrato assinado para uma multinacional gigantesca, bom salário, boa zona do país e, acima de tudo, projectos incríveis desenvolvidos por pessoas com as quais tenho aprendido muito. Estou novamente no caminho certo.
Eu não me mudei pelo clássico "ganhar mais". Obviamente que triplicar o salário de um dia para o outro é fixe, obviamente que é fixe comprar carros a pronto (mais sobre isso mais tarde), obviamente que ir às compras e nem olhar para a conta é bom; mas há mais que mova um gajo. O salário é um factor, mas é um factor.
Abraços, e obrigado por virem à minha TED talk.
Edit: desculpem a formatação manhosa no início, esqueci-me do modo markdown.
submitted by UninformedImmigrant to portugal [link] [comments]


2020.09.11 16:17 ssantorini Basicão de investimentos para dummies

O que é o mercado? Mercado são todos os agentes que participam da produção e troca de bens ou serviços. São as pessoas físicas (trabalhadores, consumidores, rentistas, empresários) ou jurídicas (empresas de produção, de comércio, de serviços ou financeiras).
O que é o mercado financeiro? É a parte do mercado restrita à circulação de dinheiro. É o "comércio de dinheiro" (empréstimos e investimentos).
O que é investimento? É quando um portador de dinheiro coloca seu dinheiro em alguma atividade, esperando tê-lo de volta em maior quantidade.
O que são investimentos financeiros? São investimentos nos quais o portador do dinheiro não participa diretamente da atividade econômica feita com o mesmo, limitando-se a colocá-lo na guarda de outros (emprestando ou investindo).
Qual a diferença entre empréstimo e investimento direto? No empréstimo, o tomador é obrigado a devolver a quantia em data futura, acrescida dos juros combinados, independente de qualquer coisa. No investimento direto, o credor assume solidariamente com o tomador os riscos da atividade na qual o dinheiro foi empregado, podendo ter lucros ou prejuízos.
TIPOS DE INVESTIMENTOS
Ações: são "pedaços" de uma empresa. Quem compra uma ação se torna proprietário de uma parte da empresa.
Ação ordinária: ação que garante ao portador participação e voto no conselho administrativo da empresa, mas caso a empresa seja liquidada, ele receberá sua parte por último, do que sobrar (se sobrar);
Ação preferencial: ação que não dá ao portador participação e voto no conselho administrativo da empresa, mas lhe dá prioridade na hora de receber sua parte, caso a empresa seja liquidada
Pra que serve investir em ações? Pra obter dividendos (parte do lucro da empresa), caso a ação seja de grande monta, ou para especular (vendê-la por um preço maior depois), Embora quem especule com ações compra "opções", não as ações em si. Opções são derivativos atrelados à cotação de ações (vide a definição de "derivativos" adiante).
Debêntures: investir em debêntures é o mesmo que "emprestar dinheiro a uma empresa". Debênture não é ação, a empresa é obrigada a pagá-lo na data acertada independente de qualquer coisa;
CDB (certificado de depósito bancário): investir em CDB é o mesmo que "emprestar dinheiro a um banco". Bancos maiores costumam pagar juros menores, bancos menores costumam pagar juros maiores.
LTN (letras do tesouro nacional): investir em LTN é o mesmo que "emprestar dinheiro ao governo".
LCI (letras de crédito imobiliário): investir em LCI é o mesmo que "emprestar dinheiro a compradores de imóveis". É intermediado por algum banco.
LCA (letras de crédito agrário): investir em LCA é o mesmo que "emprestar dinheiro a agropecuaristas". É intermediado por um banco também.
LCI, LCA e LTN são livres de impostos e possuem um seguro chamado FGC (fundo garantidor de crédito), que garante restituir 250 mil reais por CPF caso a instituição intermediadora entre em falência e não consiga pagá-las ao investidor.
CDB paga imposto regressivo (quanto mais tempo o dinheiro fica investido, menos imposto paga).
Fundos de Investimento: são contratos nos quais o investidor deixa seu dinheiro em mãos de corretores profissionais, que o movimentam e investem como acharem melhor, com o objetivo de fazê-lo aumentar. Existem muitos tipos de fundos de investimento, desde os mais seguros (os corretores só investem em coisas de baixo risco, porém baixo retorno, como CDB e letras) até os mais arriscados (os corretores investem em coisas de alto risco, porém alto retorno, como ações e derivativos*), passando pelos de risco moderado (Multimercados**). Esses fundos cobram uma comissão para os corretores, uma taxa de administração e impostos. Por exigirem trabalho contínuo dos corretores (que colocam e retiram o dinheiro a depender das conjunturas do mercado), cobram essas taxas.
*Derivativos: são contratos atrelados a algum índice qualquer, como dólar, ouro, inflação, selic. É como se fosse um jogo: um cara que quer dinheiro lhe oferece pagar a quantia que o dólaouro/IPCA/selic variar, aí você aceita, podendo se dar bem ou mal.
*Multimercados**: são fundos de investimento que mexem com vários tipos de aplicação ao mesmo tempo (ações, CDB, derivativos, etc) com o intuito de equilibrar os riscos e retornos.
SELIC: de forma simples seria a taxa de juros que o banco central cobra aos demais bancos pelo dinheiro que estes últimos pegam emprestado. É a menor taxa de juros praticada em todo o mercado. Todas as demais são derivadas dela. Complicando um pouco mais, SELIC é uma meta que o BC determina para os juros interbancários (cobrados pelos bancos entre si). O BC manipula a oferta de títulos públicos (que os bancos usam como garantia de empréstimos entre si) e o depósito compulsório (fração do dinheiro depositado nos bancos que eles devem obrigatoriamente depositar no BC) para a essa meta seja atingida.
CDI (certificado de depósito interbancário): é a taxa que os bancos cobram uns aos outros quando fazem empréstimos entre si. Ela é a SELIC mais alguma coisa que no momento não lembro, mas são bem próximas em valores.
Por que a CDI é importante? A maioria dos retornos prometidos pelos bancos e financeiras são expressos em "% da CDI". O Banco Bradesco oferece LCA com 80% da CDI, já a XP Investimentos oferece LCA com até 115% do CDI de retorno.
USANDO O QUE VOCÊ APRENDEU
Aumento da SELIC é bom ou ruim? É bom para um governo endividado porque atrai mais investidor querendo emprestar dinheiro a ele. É bom pra combater a inflação, porque torna os financiamentos mais caros e portanto reduz a demanda global por bens e serviços, fazendo os preços caírem. É ruim para o PIB e o emprego, pois torna os financiamentos e empréstimos mais caros, aí as empresas terão menos capital de giro, empregarão menos, venderão menos também porque os juros estão altos, o PIB cai e o desemprego sobe.
Aumento do dólar é bom ou ruim? É bom para os exportadores, pois deixa seus produtos mais competitivos (baratos) no mercado externo, aí conseguem aumentar suas vendas, empregando mais pessoas. É ruim para empresas que dependem de insumos importados (máquinas, petróleo), pois encarece a produção. É ruim também para a inflação, pois deixa os importados mais caros.
Quando se deve investir em moeda estrangeira ou ouro? Quando se perde a confiança na moeda nacional. Isso ocorre quando o governante é inflacionista, emissor ou possivelmente caloteiro (Ex: Ciro Gomes) ou quando as exportações despencam (menos dólar entrando) ou as importações aumentam demais (mais dólar saindo).
Quando se deve investir em ações? Quando se espera que as empresas cresçam e aumentem seus lucros (mais dividendos para o investidor, mais retorno na hora de revendê-las). Isso só é possível se a economia e o emprego crescerem, o que é mais provável de ocorrer em governos que sigam melhor a ciência econômica mainstream (Ex: Meirelles, Amoedo, Alckmin, Paulo Guedes). Obviamente isso depende da empresa. Você deve correr de ações de estatais e investir em ações de empreiteiras se um governo cleptocrata assumir (Ex: PT). Você deve investir em ações de bancos privados se o governo for inflacionista (bancos lucram mais com inflação, porque tornam a especulação mais fácil, além disso a inflação força o governo a aumentar os juros pra atrair mais empréstimos, e isso é bom para os bancos). Você deve investir em ações de empresas produtivas se o governo for um seguidor da ortodoxia econômica e a economia de países compradores estiver aquecida....e por aí vai.
Quando se deve investir em LTN? Você deve procurar o país que seja o mais confiável possível (risco baixo de calote) e ofereça os maiores juros possíveis. Países emergentes são os mais arriscados, principalmente os governados por esquerdistas populistas (gostam de pedir empréstimo e depois se recusarem a pagar), países com contas públicas ruins (déficits altos) ou países que JÁ deram calote no passado (já perderam a moral, não custa nada fazer de novo). A Argentina é tão queimada que oferece LTN com juros de 45% e ainda tem dificuldade em se financiar, recorrendo ao FMI. Os EUA são tão confiáveis que quando Trump aumentou os juros para 2%, ocorreu uma fuga de capitais dos países emergentes para lá.
submitted by ssantorini to investimentoslivre [link] [comments]


2020.09.06 19:37 Orpheu2000 Curso Confeiteira de Sucessos Vale A Pena? É Bom?

Curso Confeiteira de Sucessos Vale A Pena? É Bom?

Curso Confeiteira de Sucessos Vale A Pena É Bom
Sim! Vale muito a pena! O Curso Confeiteira de Sucessos é um curso profissionalizante no formato de e-book digital, além de vídeo aulas semanais. Ele tem ajudado milhares de pessoas a conseguir a independência financeira ao adquirir uma profissão e empreender um negócio próprio!
Muitas pessoas que antes estavam desempregadas, ou tinham renda inferior as suas despesas, hoje conseguem obter lucros compatíveis com suas necessidades, além de ter mais tempo livre, e com isso, por trabalharem em casa, estão sempre perto de suas famílias.
Curso perfeito para quem deseja iniciar um negócio próprio no ramo de confeitaria ou para quem já trabalha na área e está em busca de mais especialização.

O Que Você Vai Aprender Com O Confeiteira de Sucessos?

  • FAÇA MASSAS EXCLUSIVAS;
  • APRENDA COMO CONQUISTAR CLIENTES;
  • SAIBA CALCULAR O VALOR IDEAL PELOS SEUS PRODUTOS;
  • COMO INICIAR SEU NEGÓCIO;
  • CARDÁPIO COM MAIS DE 200 RECEITAS;
  • APRENDA A FAZER EMBALAGENS QUE VENDEM;
  • O PONTO CERTO DOS RECHEIOS;
  • CONHEÇA OS MATERIAIS ESSENCIAIS.
  • QUAL O VALOR CORRETO A COBRAR PELOS SEUS PRODUTOS;
Além de aprender as receitas, com o e-book em pdf confeiteira de sucessos, você também aprenderá a como montar sua confeitaria e vender seus produtos na sua região ou mesmo pela internet, através das redes sociais!
Um dos materiais mais importante se você está pensando em começar o seu próprio negócio e quer aprender como montar uma confeitaria, do zero total! Então hoje é o seu dia de sorte! É um conteúdo muito bacana e detalhado sobre o assunto.
O ramo de confeitaria tem proporcionado a diversas pessoas obter uma boa renda mensal, inclusive há pessoas que acreditavam que conseguiriam fazer apenas renda extra, mas na verdade fazem a renda principal de suas vidas, sem ter mais que procurar emprego!
O curso também é composto por aulas novas semanais onde o aluno aprende diversas técnicas como: recheios diversos, como fazer blindagem, coberturas perfeitas, como fazer quinas, além de tutoriais, decoração de bolos, dicas e tendências de bolos.

Confeiteira de Sucessos Funciona

Confeiteira de Sucessos Vale a Pena e Você Ainda Terá Mais!

Você ainda receberá 7 bônus incríveis ao adquirir o bom curso confeiteira de sucessos, além de participar de grupo de alunos no facebook e um certificado de conclusão.
No grupo você poderá aprender mais com alunas antigas, assim como compartilhar receitas, suas conquistas e ainda acompanhar conteúdos exclusivos de tempos em tempos pelos administradores! Você também poderá ser um administradoadministradora!
Os bônus também são no formato de e-books e são os seguintes:
  • CONES TRUFADOS;
  • INICIANDO NA COZINHA;
  • DOCES FINOS;
  • PLANILHAS PARA AUXILIAR NAS VENDAS;
  • GRUPO VIP DO WHATSAPP;
  • BOLO NO POTE;
  • COMO CRIAR SUA MARCA;
  • COM DIVULGAR SEU NEGÓCIO;
  • SUPORTE E INTERAÇÃO;
  • CERTIFICADO DE CONCLUSÃO.
Todos os alunos do curso confeiteira de sucessos também receberão um certificado de conclusão, que com toda certeza irá agregar mais valor a sua carreira profissional.
Compra Segura
A monetizze LTDA é a empresa pela qual você fará sua compra. Trata-se da segunda maior empresa de marketing digital da América latina. A empresa possui certificado SSL, o que garante a blindagem do site.
Ao acessar o site e realizar a compra, seus dados serão criptografados, ou seja, serão escondidos! Você poderá comprar com cartão de crédito ou imprimir um boleto bancário.
Comprando no cartão de credito, você recebe na hora, pois se trata de um produto no formato digital.
Se comprar no boleto, poderá receber em até três dias úteis.
Você acessará o e-book de onde quiser e onde estiver logo após fazer o download. Lembrando que você não pagará por mais nada além do preço do e-book, R$ 47,00 reais.
Para comprar basta clicar em qualquer um dos botões desse site e ir direto para página de pagamento, preencher os dados e escolher uma forma de pagamento.
Um e-mail com um link para você fazer download do PDF confeiteira de sucessos no seu computador, tablet ou celular, Será enviado. Você poderá acessá-lo a qualquer momento e onde quiser.

Confeiteira de Sucessos PDF É Bom
Satisfação Garantida!
Em até 7 (SETE) DIAS, A CONTAR DA DATA DA COMPRA, você poderá pedir seu dinheiro de volta, caso não fique satisfeito com o curso ou ache que ele não é para você. A devolução será feita de maneira incondicional, desde que seja feita dentro do prazo mencionado.

Por Que Devo Fazer Minha Inscrição No Confeiteira de Sucessos?


Se você está desempregada/desempregado há um bom tempo e tem alguma afinidade com culinária, este é um bom investimento para você! A confeitaria é um ramo lucrativo, desde que trabalhado com seriedade!
Como qualquer outro tipo de empreendimento, além de proporcionar proteção ao desemprego, também irá proporcionar a você mais liberdade no que diz respeito ao fato de poder está mais tempo perto de sua família.
Um negócio bem montado e, principalmente, trabalhado a sério é a melhor opção para quem busca liberdade de tempo, familiar e como não poderia deixar de ser, financeira!
O curso confeiteira de sucessos é bom e tem um baixo investimento para um tipo de negócio que, como já explicado, pode gerar um bom retorno, pois existem pessoa que ganham até R$ 7.000,00 reais por mês.
O curso tem um preço incrível e pode ser pago à vista, com boleto bancário, ou ainda parcelado no cartão de crédito em até seis vezes sem juros!
Você terá suporte 24 horas e fará parte de um grupo de alunos no facebook, onde terá alunos novos, mas também, alunos mais experientes, com quem você também poderá aprender.
Aproveita essa grande oportunidade e faça com várias pessoas que já adquiriram o curso. Conquiste uma profissão e monte um negócio lucrativo que lhe proporcione independência financeira, liberdade pessoal e proteção contra o desemprego.
Para mais informação clique no link abaixo!
https://sites.google.com/view/cozinhaprofissional/confeiteira-de-sucessos
submitted by Orpheu2000 to u/Orpheu2000 [link] [comments]


2020.09.03 14:55 Dipsteer Golpe no banco (esquema de lançadores)

Aproximadamente um mês atrás, minha avó caiu em um esquama de lançadores feito pelo gerente de um banco.
Ela havia feito um empréstimo de 4 mil, e vinha pagando as parcelas. Quando quitou,foi conferir a situação para receber sua aposentadoria. Só que lá, o gerente explica que outro empréstimo (no mesmo valor) havia sido feito. Aparentemente ele ofereçeu esse dinheiro como se fosse o da poupança dela.
O gerente foi super grosseiro, não queria ajudar a minha avó a entender oque tinha acontecido, e por último ainda usou a justificativa que nas câmeras constava a data de entrada nela no banco. Além de pedir para não ela não seguir com o "processo".
No final das contas minha família não quis levar adiante, mas eu gostaria de saber o que poderia ter sido feito na situação, visto que isso ocorre com uma GRANDE frequência por aqui.
Gostaria de saber também sobre as folhas de pagamento.
Os próprios funcionários habilitam N benefícios na folha. No caso dela, colocaram um desconto de 30 R$ sobre um possível vigia que rondaria a casa dela, porem ela nunca pediu por esse serviço. Após 6 meses pagando, o funcionário (provavelmente o genrente) entrou em negociação com ela, e disse que devolveria apenas 30 R$ e canselaria o pedido do vigia.
O que pode ser feito referente a esses descontos?
submitted by Dipsteer to ConselhosLegais [link] [comments]